São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Esporte 03/07/2020

Academias têm o aval para reabertura já na fase em que cidade de São Paulo está

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade

Cena de academia (Victor Freitas/Pexels)

Observação (feita às 12h23 de 9 de julho): parques municipais e academias de São Paulo são reabertos em 13 de julho.

O governo estadual anunciou nesta sexta-feira, 3 de julho de 2020, a flexibilização para as academias de ginástica poderem ser reabertas já na terceira fase do Plano São Paulo, na qual a capital paulista já se encontra, mas haverá restrições. Ainda não será na segunda-feira (6) que a reabertura será permitida.

Na etapa atual, as academias poderão reabrir com apenas com 30% da capacidade e funcionar somente seis horas por dia. As aulas coletivas estão, por enquanto, vetadas, e a entrada de alunos se dará mediante agendamento.

Por serem do grupo de risco em momento de pandemia de covid-19, idosos receberão recomendação para não as frequentar. Uso de máscara será obrigatório em todos os ambientes. Os chuveiros não poderão ser usados.

Exercitando-se de máscara (Gustavo Fring/Pexels)

Os estabelecimentos terão de seguir o protocolo a ser assinado pelo setor com o governo municipal. A Coordenadoria de Vigilância em Saúde ainda dirá ao prefeito Bruno Covas quando essa assinatura poderá ser efetivada.

“Estamos chegando ao platô na capital paulista e administrando o aumento de casos no interior (conforme previsto desde o início)”, afirmou o governador João Doria.

Retomada de eventos

Torcida sobre viaduto na 23 de Maio (Esportividade)

Observação (feita às 13h31 de 24 de julho): a Prefeitura de São Paulo optou por só voltar a permitir eventos culturais quando o município estiver na quarta fase do Plano SP.

Na mesma entrevista em que foi anunciada a antecipação de reabertura das academias, o governo estadual abordou a volta de eventos – inclusive esportivos – com público sentado.

Já na terceira fase poderão ser retomados, mas a região deverá ficar por 28 dias seguidos na terceira etapa, isto é, na cidade de São Paulo, na melhor das hipóteses, em 27 de julho de 2020. Haverá restrições, como liberação só com 40% da capacidade e distanciamento de pessoas na plateia.

O Governo do Estado de São Paulo passará a permitir que eventos com público em pé ocorram na quarta fase – também com várias restrições. Mas descartou que essa retomada possa acontecer antes de 12 de outubro, considerando a permanência da região na quarta etapa por, ao menos, 28 dias consecutivos.

Eventos sem controle de acesso, em vias públicas, por exemplo, ou que representem aglomeração ainda só terão autorização para serem realizados na quinta e última fase.

O anúncio desta sexta-feira (3) praticamente selou o destino das corridas de rua paulistas até o dia 11 de outubro, data que seria a da SP City Marathon, cuja edição de 2020 está em vias de ser cancelada.

Leia mais:
Corridas de rua podem ser liberadas só a partir de outubro em São Paulo

Deixe seu comentário