São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Futebol 18/12/2013

Ano de times paulistas é negativo, mas base e feminino se salvam

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade
Estádio do Pacaembu (Bruno Dulcetti)

Estádio do Pacaembu (Bruno Dulcetti)

O ano de 2013 foi negativo para as equipes profissionais masculinas de futebol de São Paulo. Nas três principais divisões do Campeonato Brasileiro houve rebaixados paulistas, e nenhum clube do Estado se classificou para a Libertadores-2014. Os únicos títulos nacionais ou internacionais significativos foram do o Palmeiras na Série B e o na Recopa Sul-Americana do Corinthians – contra o São Paulo.

Os rebaixamentos mostraram o enfraquecimento do futebol paulista como um todo neste ano. Apesar do relativo sucesso na Copa Sul-Americana, em que foi vice-campeã, a Ponte Preta foi a penúltima colocada na Série A e caiu para a Série B do Brasileiro. Por enquanto, a Portuguesa fará companhia ao time de Campinas na segunda divisão, pois escalou irregularmente Héverton na última rodada, contra o Grêmio, foi punida com a perda de quatro pontos e, com isso, entrou na zona do rebaixamento – mesmo após o término do torneio. A Lusa ainda tenta judicialmente reverter a decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

A Série B de 2013 foi disputada pelos paulistas Palmeiras, Bragantino, Oeste, Guaratinguetá e São Caetano. O primeiro foi campeão e estará na Série A de 2014, os dois seguintes continuarão na Série B do Brasileiro e os dois últimos foram rebaixados à Série C – o clube do ABC ficou apenas um ponto à frente do lanterna ASA.

Mogi Mirim, Guarani e Grêmio Barueri competiram na Série C. Os dois primeiros estarão novamente na terceira divisão nacional em 2014, e o Grêmio Barueri foi rebaixado à Série D do próximo ano. Nenhum paulista se classificou para a Série C de 2014 por meio da quarta divisão.

Na Copa do Brasil, o melhor representante do Estado de São Paulo na competição, o Corinthians, foi eliminado nos pênaltis pelo Grêmio nas quartas de final. O Santos, por exemplo, ficou pelo caminho nas oitavas de final.

Corinthians, Palmeiras e São Paulo saíram da Libertadores nas oitavas de final, eliminados por, respectivamente, Boca Juniors, Tijuana e Atlético-MG (futuro campeão). Fora dos gramados, as três equipes sofreram punições ao longo do ano por incidentes envolvendo torcedores e tiveram de atuar longe da cidade de São Paulo em algumas ocasiões. O caso mais grave, o da morte do garoto boliviano Kevin Douglas Beltrán Espada, durante jogo contra o San José, na Bolívia, gerou multa e punição de um jogo da Libertadores, contra o Millonarios, com portões fechados ao Corinthians.

Já nas divisões de base, o ano foi bom. O Santos, melhor paulista da Série A de 2013, em sétimo, derrotou o Goiás e foi campeão da Copa São Paulo de futebol júnior. Os santistas também levaram a Copa do Brasil sub-20, deixando o Criciúma com o vice-campeonato. O São Paulo derrotou duplamente o Flamengo na final da Copa do Brasil sub-17 e levou o título. No feminino, o São José triunfou na Copa do Brasil; no Campeonato Brasileiro, o paulistano Centro Olímpico derrotou o time do Vale do Paraíba e tornou-se campeão.

Comentários


  • Claudete disse:

    Eu queria saber quanto é a mensalidade para o ano 2006 para o horário da manhã

  • Deixe seu comentário