São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Esporte 12/05/2020

Associação de Academias propõe volta com limite, termômetro e maior distância

Por Esportividade

Corredor na esteira da academia (William Choquette/Pixabay)

Observação (feita às 14h54 de 27 de maio): só regiões que chegarem à fase quatro do Plano São Paulo poderão ter academias reabertas; saiba mais em É oficial: eventos esportivos ficam no ‘fim da fila’ de retomada em São Paulo.

Observação (feita às 13h02 de 13 de maio): na entrevista coletiva de imprensa desta quarta-feira, João Doria negou que vá permitir que as academias reabram neste mês de maio. “Em São Paulo, o governo respeita e ouve o comitê e o secretário da Saúde. Eles nos afirmaram que não temos condições sanitárias seguras para permitir o funcionamento”, afirmou.

A Associação Brasileira de Academias, presidida pelo ex-nadador Gustavo Borges, preparou uma cartilha com procedimentos a serem adotados, a partir da reabertura, para reduzir o risco de proliferação da covid-19, doença ocasionada pelo novo coronavírus, dentro dos estabelecimentos de ginástica. A retomada já foi permitida pelo decreto federal número 10.344, que foi editado pelo presidente Jair Bolsonaro, mas o governador de São Paulo, João Doria, disse que, até 31 de maio (pelo menos), não haverá uma liberação.

Estas são algumas das medidas recomendadas pela entidade: disponibilização de recipientes com álcool em gel (70%); fechamento de cada área da academia para limpeza por, pelo menos, 30 minutos e de duas a três vezes por dia; posicionamento de kits de limpeza em locais estratégicos para os clientes limparem os equipamentos e os acessórios; oferecimento de dispositivo para limpeza de sapatos.

Todos os funcionários deverão usar máscara, e os usuários serão incentivados a treinar assim. Recomenda-se que, logo na entrada, a temperatura dos frequentadores seja medida à distância para detecção dos febris.

O acesso à academia será limitado, calculado pela área total aberta ao público (máximo de um cliente a cada 6,25 m²), havendo delimitação com fita do espaço em que cada um poderá se exercitar nas áreas de peso livre e nas salas de atividades coletivas. Cada usuário deverá ficar a 1,5 metro do outro. O uso de toalha e garrafinha individuais será solicitado aos esportistas.

Nas esteiras, por exemplo, a cada uma que estiver em uso, a seguinte terá de estar vazia. Na área da piscina (se houver), a utilização de chinelos será exigida; ao fim de cada aula, as escadas, as balizas e as bordas serão higienizadas.

Espera-se que informações importantes, como quais são os horários (de pico) a serem evitados, sejam disponibilizadas por cada academia.

Como será o retorno das corridas? É provável que seja assim:
Corrida de rua estará diferente e seguirá protocolo; saiba o que muda

Deixe seu comentário