São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Vôlei 20/08/2013

Barueri salva time de Jacareí e entra na Superliga feminina de vôlei

Por Esportividade
Ginásio José Corrêa, em Barueri

Ginásio José Corrêa, em Barueri

A região metropolitana de São Paulo estará presente na temporada 2013/2014 da Superliga feminina com mais uma equipe: a do Barueri. Jogadoras como a levantadora campeã olímpica Fernandinha e a oposto Renatinha, que faziam parte do extinto projeto de Jacareí, conseguiram o apoio da Prefeitura de Barueri. O novo time, então, foi confirmado pela Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) na segunda-feira, 19 de agosto.

O superintendente da CBV, Renato D’Ávila, reuniu-se com o secretário de Esportes de Barueri, o ex-jogador de futebol Paulo Sérgio Nascimento, e com o secretário de Planejamento e Urbanismo, José Eduardo Hyppolito, a fim de obter garantias da prefeitura sobre a manutenção do time.

“As atletas buscaram este patrocínio e só nos cabe parabenizá-las por esta conquista”, disse o superintendente da CBV. “Vimos que a prefeitura está realmente disposta a tocar esse projeto. Conversamos com os clubes e optamos pela substituição. É um projeto que Barueri já tinha interesse em realizar há algum tempo e que, agora, foi apressado e sai do papel.”

De acordo com o secretário de Esportes, tal iniciativa se justifica porque esse time profissional pode se tornar uma referência para os esportistas amadores do município. “Faz parte do projeto da Secretaria de Esportes de Barueri a criação de equipes principais e de alta performance em todas as modalidades. Certamente, as novas atletas do vôlei que acabam de chegar a Barueri serão como referência para nossos alunos, equipes de base e até mesmo incentivo para novos adeptos de atividades esportivas”, disse Paulo Sérgio, que fez parte do elenco da seleção brasileira campeã da Copa do Mundo de 1994.

As atletas que atuariam por Jacareí ficaram dois meses sem receber salário. Elas haviam acreditado no novo projeto, que contaria com o patrocínio dos Correios por meio da marca Sedex, mas este nunca foi confirmado.

Leia também:
Paulo Sérgio: Barueri não gastará com UFC nem pagará salário de time
Superliga segue exemplo de torneios paulistas e adota sets de 21 pontos

Deixe seu comentário