São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Futebol 19/06/2020

Brasil e Argentina a caminho da Copa do Mundo-2022: um encontro aguardado

Por Institucional

Famílias posam para foto a caminho da Arena Corinthians (Esportividade)

Observação (feita às 23h02 de 10 de julho): a pandemia de covid-19 fez as primeiras rodadas das Eliminatórias serem adiadas; agora o Brasil estreia enfrentando a Bolívia na Arena Corinthians, em São Paulo, em 9 de outubro; o jogo contra a Argentina será REMARCADO.

Está previsto para 13 de outubro de 2020 o jogo mais aguardado do primeiro turno das Eliminatórias sul-americanas, classificatórias para a Copa do Mundo de 2022, no Qatar: Brasil x Argentina. Se não houver adiamento em razão da pandemia de covid-19, nesse dia a partida será realizada na Arena Corinthians, em Itaquera, e trata-se de uma das duas que a seleção brasileira disputará em São Paulo pelas Eliminatórias. A outra, marcada para o dia 2 de setembro de 2021, já pelo segundo turno, será contra a Colômbia no estádio do Morumbi.

O último encontro entre Brasil e Argentina não traz recordações muito boas aos comandados de Tite: em novembro do ano passado, em jogo válido pelo Superclássico das Américas, disputado na cidade de Riad (capital da Arábia Saudita), a Argentina venceu por 1 a 0, com gol marcado por Lionel Messi no rebote de um pênalti desperdiçado pelo próprio craque – e pouco depois de a seleção brasileira ter também desperdiçado um pênalti.

As duas seleções na Copa América de 2019

Por outro lado, não cabem dúvidas de que a partida anterior entre as duas seleções foi bem mais importante, visto que se tratou de uma das semifinais da Copa América de 2019, competição que compartilhou com a seleção brasileira o patrocínio de empresas como Mastercard. No Mineirão, o Brasil venceu por 2 a 0, com gols de Gabriel Jesus e Roberto Firmino, e afastou de vez qualquer possível trauma de jogar de novo no estádio onde ocorreu, em 2014, o fatídico 7 a 1 para a Alemanha.

Torcida argentina vibra em Itaquera na Copa-2014 (Esportividade)

Depois de bater a Argentina, a seleção derrotaria o Peru por 3 a 1 na final da Copa América, realizada no estádio do Maracanã. Aquele foi, de fato, o segundo jogo entre Brasil e Peru naquela edição do torneio. A partida anterior, disputada na Arena Corinthians, foi uma das atuações mais convincentes do Brasil nos últimos tempos: 5 a 0. Não foi à toa que o portal R7, em sua resenha do jogo, fez questão de observar que a goleada em São Paulo foi a primeira vez na competição – até então – que a seleção brasileira não foi vaiada.

Os fãs paulistas de Messi tiveram outro bom motivo para comemorar o resultado das semifinais: a derrota para o Brasil foi uma ótima oportunidade de ver a Argentina jogar ao vivo, visto que a disputa do terceiro lugar, contra o Chile, foi realizada em Itaquera. A seleção argentina venceu por 2 a 1, e Messi até vinha jogando bem, mas acabou expulso de forma controversa ainda no primeiro tempo. Como foi muito bem lembrado em uma matéria do UOL, aquela foi apenas a segunda expulsão do craque argentino nos mais de 800 jogos que já tinha feito como profissional.

Brasil e Argentina depois da Copa América

Desde o término da Copa América, o Brasil teve uma sensível queda de rendimento, e a derrota para a Argentina em novembro de 2019 foi o seu quinto jogo seguido sem vitória. Por outro lado, todas essas outras partidas foram de menor importância, e é por isso que não surpreende ver que, em sites de aposta esportiva online, como o da Betway, o Brasil é o favorito para a conquista da próxima Copa do Mundo: em 15 de junho, o retorno esperado pelo hexacampeonato brasileiro em 2022 era de 6.50.

Já com a Argentina aconteceu o contrário: desde o término de sua participação na Copa América, seus resultados na maioria dos amistosos que fez foram muito bons. Antes da já mencionada vitória sobre o Brasil, os apaixonados e festeiros torcedores da seleção argentina, atualmente comandada por Lionel Scaloni, comemoraram goleadas sobre o México (4 a 0) e o Equador (6 a 1), além de um empate contra a Alemanha, em Dortmund, depois de um primeiro tempo que terminou com vitória por 2 a 0 dos anfitriões.

Mais uma vez, no entanto, estamos falando de jogos não tão significativos, e mesmo uma vitória sobre os alemães não teria sido o bastante para que a seleção albiceleste fosse considerada uma forte candidata ao título no Qatar. Por isso, no site da Betway, um possível tricampeonato argentino na próxima Copa do Mundo dava um retorno de 13.0. Assim, de acordo com os prognosticadores, à frente da albiceleste estariam não só Brasil, mas também França, Alemanha, Espanha e Inglaterra.

De qualquer forma, não se pode desprezar o fato de que Messi não atuou nas vitórias sobre México e Equador nem no empate com a Alemanha. O craque do Barcelona foi punido pela Conmebol em agosto do ano passado por suas declarações de que a Copa América teria sido “armada” para o Brasil vencer. Assim, sua ausência deu a jogadores como Lautaro Martínez e Lucas Alario a chance de assumirem o protagonismo. Resta saber como todos eles se entenderão em dezembro de 2022, quando Messi terá 35 anos.

Deixe seu comentário