São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Tênis 13/01/2016

Brasil Open-2016 conta com tenistas fora do top 20, mas ‘habitués’ de SP

Por Esportividade
Fabio Fognini (Leandro Martins)

Fabio Fognini (Leandro Martins)

Atualização (11 de fevereiro de 2016): o francês Benoît Paire, que é o 21º do mundo, também vai disputar o Brasil Open-2016. O atleta de 26 anos será o cabeça de chave 1 do torneio. E tem mais: Dupla brasileira olímpica se torna maior atração do Brasil Open-2016. Atualização (19 de fevereiro): Fognini desistiu do torneio por causa de rompimento abdominal esquerdo durante o Rio Open. Atualização (22 de fevereiro): na semana do evento, Paire é o 20º do ranking da ATP.

Nenhum top 20 do ranking atual da ATP estará no Brasil Open-2016, cuja chave principal será jogada de 22 a 28 de fevereiro em quadras de saibro do Esporte Clube Pinheiros, em São Paulo. No entanto, não se trata de uma lista fraca: tenistas que já têm história em torneios brasileiros estarão na disputa.

Thomaz Bellucci (Divulgação/Brasil Open)

Thomaz Bellucci (Divulgação/Brasil Open)

O mais bem posicionado é Fabio Fognini (21º), italiano que no Rio Open-2015 derrotou Rafael Nadal e avançou à final, na qual foi derrotado pelo espanhol David Ferrer. Vice-campeão do BO em 2009, Thomaz Bellucci, 37º, é o único brasileiro já confirmado e, em São Paulo, em 2014, foi um dos heróis da vitória brasileira sobre a Espanha na Copa Davis.

Pablo Cuevas (Marcello Zambrana)

Pablo Cuevas (Marcello Zambrana)

O uruguaio Pablo Cuevas e o argentino Federico Delbonis foram campeões do Brasil Open em 2015 e 2014, respectivamente. O italiano Paolo Lorenzi já brilhou na capital paulista recentemente, tendo sido vice-campeão em 2014. O espanhol Nicolás Almagro já venceu três vezes o Brasil Open (em 2012, já em SP, em 2011 e 2008, na Costa do Sauípe).

Diego Schwartzmannoja no Pinheiros (Andrei Spinassé/Esportividade)

Diego Schwartzman joga no Pinheiros (Andrei Spinassé/Esportividade)

Dois dos tenistas já obtiveram títulos no próprio clube centenário: o argentino Diego Schwartzman e o espanhol Íñigo Cervantes foram campeões do ATP Challenger Tour Finals nos dois últimos anos na quadra coberta pinheirense. O argentino Guido Pella é presença constante em torneios paulistanos.

Deixe seu comentário