Guia de São Paulo - região metropolitana

Fechar

Nome

Modalidade

Localidade

Proximidade

Insira um CEP. Exemplo: 01310-000

Data

Intervalo de datas

Exemplo: 01/01/2013

Evento para

Gratuito

 

Evento para


Acontece na cidade

Corrida de rua 30/06/2016

Campeã olímpica volta ao vôlei graças a atividades como a corrida de rua

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade
Compartilhar
Carol Albuquerque, levantadora e corredora (João Pires/Fotojump)

Carol Albuquerque, levantadora e corredora (João Pires/Fotojump)

A corrida de rua foi uma das atividades que permitiram à levantadora Carol Albuquerque voltar ao vôlei depois de uma temporada sem defender clube algum. A campeã olímpica (Pequim-2008) não ficou parada após sair do Sesi-SP, muito pelo contrário. Além da corrida, ela praticou musculação e tênis, por exemplo. Mas foi por meio do atletismo que retornou ao pódio: fez os 5 km da Speedo Run na região do Pacaembu em 28min48s em 30 de agosto de 2015. Quem deu um troféu a ela foi o também campeão olímpico do vôlei Marcelo Negrão.

“Consegui fazer esporte para me manter em forma, saudável, e a cabeça ficar superboa”, disse a gaúcha, que agora em julho completará 39 anos e é mãe.

Carol Albuquerque no pódio da Speedo Run (instagram da atleta)

Carol Albuquerque no pódio da Speedo Run (instagram da atleta)

Seu melhor ritmo (5min13s por km) em provas, porém, foi conquistado durante a etapa Jardim das Perdizes/Pompeia do Track&Field Run Series em 12 de outubro de 2014. “Eu me empolguei, porque pensei ‘vou para competir’. Mas você chega lá e fala ‘já que estou aqui, vou dar tiro’. Dei meu máximo lá”, contou. A jogadora fez os 6 km em 31min18s, o que lhe garantiu a nona posição em sua categoria etária.

No entanto, agora, no retorno ao time de Osasco, vai ter de seguir o treinamento que o preparador físico do Vôlei Nestlé lhe passa. “Temos feito bastante HIIT [o treino intervalado de alta intensidade], trabalhos na quadra, musculação. Às vezes, a corrida longa atrapalha, porque no vôlei é preciso ter explosão. Envolve giros curtos para sair em direção à bola”, afirmou. A outra levantadora da equipe é Dani Lins, que disputará a Olimpíada do Rio-2016.

Compartilhar

Deixe seu comentário

Current day month ye@r *