Guia de São Paulo - região metropolitana

Fechar

Nome

Modalidade

Localidade

Proximidade

Insira um CEP. Exemplo: 01310-000

Data

Intervalo de datas

Exemplo: 01/01/2013

Evento para

Gratuito

 

Evento para


Acontece na cidade

Jogo das Estrelas do NBB-2017 tem ingressos mais baratos no Ibirapuera

Shamell, do Mogi, defendeu o MBB Mundo na edição anterior (Fotojump/LNB)

Shamell, do Mogi, defendeu o NBB Mundo na edição anterior (Fotojump/LNB)

O histórico ginásio do Ibirapuera, na zona sul de São Paulo, sedia um dos eventos mais esperados da temporada do basquete brasileiro, o Jogo das Estrelas do NBB, no dia 19 de março, domingo. O ginásio Geraldo José de Almeida, que completou 60 anos em janeiro, mais recentemente, no mês de setembro de 2015, recebeu dois jogos Real Madrid x Bauru, ao fim dos quais o time espanhol obteve o título da Copa Intercontinental-2015. Os ingressos começam a ser vendidos às 12h desta quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017.

O Jogo das Estrelas do Novo Basquete Brasil, o NBB, é um duelo entre os jogadores brasileiros e os estrangeiros que atuam no principal campeonato adulto masculino da modalidade no Brasil.

Ministério do Esporte autorizou a Liga Nacional de Basquete a captar até R$ 905.728,94 com a ajuda da Lei de Incentivo ao Esporte; no início de janeiro, já havia conseguido R$ 351.819,71, quantia que vai deixar de ser paga como Imposto de Renda pelos patrocinadores. Esse é o motivo pelo qual os ingressos têm baixo valor.

Confira os preços dos ingressos para o Jogo das Estrelas de 2017:

Arquibancada: R$ 10 (R$ 5 meia-entrada)
Cadeira Inferior Azul: R$ 30 (R$ 15 meia-entrada)
Cadeira VIP de Quadra: R$ 200 (R$ 100 meia-entrada)

Link da comercialização: https://goo.gl/fnYu5z.

Votação para escolha dos jogadores

A votação teve início em 14 de fevereiro, pelo jogodasestrelas.lnb.com.br, e terminará no dia 08/03 (quarta-feira). Além de decidir os 24 jogadores que irão à quadra, o público continua responsável pela eleição dos titulares de cada equipe. Os mais votados de cada posição iniciarão o confronto festivo.

Na votação, cada internauta formará seu quinteto ideal (armador, ala/armador, ala, ala/pivô e pivô) para as duas equipes. A partir desses votos, serão eleitos os 12 atletas para cada equipe. Os quintetos titulares de NBB Brasil e NBB Mundo serão definidos por uma votação popular na semana do evento.

Os 36 pré-selecionados para a eleição popular foram determinados por meio de uma pré-votação que contou com as participações de técnicos, assistentes, capitães das equipes que disputam o NBB Caixa, imprensa especializada e personalidades do basquete. Cada categoria de eleitores teve peso diferente atribuído: os votos dos técnicos representaram 50% do resultado final, os dos capitães e assistentes, 20%, e as escolhas da imprensa e personalidades do meio do basquete somaram 30%.

Apesar da vitória dos estrangeiros no confronto de 2016, no ginásio Professor Hugo Ramos, em Mogi das Cruzes, o NBB Brasil lidera o histórico por 4 a 2.

Confira os pré-selecionados para o Jogo das Estrelas-2017:

NBB Brasil

Armadores
Henrique Coelho (Franca Basquete)
Davi Rossetto (Solar Cearense)
Fúlvio (UniCEUB/BRBCARD/Brasília)
Georginho (Paulistano/Corpore)
Nezinho (Vasco da Gama)

Alas
Alex Garcia (Gocil/Bauru Basket)
Betinho (Campo Mourão)
Deryk Ramos (UniCEUB/BRBCARD/Brasília)
Jimmy (Mogi das Cruzes/Helbor)
Marcelinho Machado (Flamengo)
Marquinhos (Flamengo)

Pivôs
Caio Torres (Mogi das Cruzes/Helbor)
Guilherme Giovannoni (UniCEUB/Cartão BRB/Brasília)
Jefferson William (Paschoalotto/Bauru)
JP Batista (Flamengo)
Lucas Mariano (UniCEUB/BRBCARD/Brasília)
Murilo Becker (Vasco da Gama)
Olivinha (Flamengo)

NBB Mundo

Armadores
Corderro Bennett (EC Pinheiros)
Enzo Cafferatta (Liga Sorocabana)
Greg Brown (Campo Mourão)
Kendall Anthony (Macaé Basquete)
Kenny Dawkins (Universo/Vitória)

Alas
David Jackson (Vasco da Gama)
Desmond Holloway (EC Pinheiros)
Keyron Sheard (Universo/Vitória)
Rashaun McLemore (Solar Cearense)
Ronald Ramon (Flamengo)
Shamell (Mogi das Cruzes/Helbor)
Scott Rodgers (Minas Tênis Clube)
Benzor Simmons (Macaé Basquete)

Pivôs
Chris Hayes (Universo/Vitória)
Daniel Hure (Paulistano/Corpore)
Drew Maynard (Minas Tênis Clube)
Hakeem Rollins (Flamengo)
Tyrone (Mogi das Cruzes/Helbor)



Compartilhar

Mogi das Cruzes: de graça, jovens aprendem fundamentos do basquete

clinica

Mogi das Cruzes, uma das capitais do basquete no Brasil, dará início no dia 14 de janeiro de 2017 à Clínica de Férias de Basquete, cujo fim será no dia 5 de fevereiro. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas a partir das 14h do dia 11/01, quarta-feira, na loja oficial do Mogi das Cruzes/Helbor, no ComVem Patteo Mogilar (rua Manuel de Oliveira, 269). Os pais devem levar documento com foto.

As aulas são para crianças e adolescente de 5 a 16 anos de idade, de ambos os sexos, que aprenderão alguns dos principais fundamentos da modalidade, nos períodos da manhã e da tarde (a organização é de acordo com a faixa etária, conforme relação abaixo). Com dez presenças, o participantes ganha uma camiseta da clínica.

A abertura e o encerramento serão com os jogadores e a comissão técnica do Mogi das Cruzes/Helbor (o encerramento com os atletas será no dia 4/2, um sábado). A equipe mogiana foi campeã paulista e da Liga Sul-Americana em 2016.

A clínica de basquete será realizada em quadra montada no estacionamento do ComVem Patteo Mogilar. A loja oficial do Mogi Basquete também funciona no centro de compras (torre 2, loja 17).

Horários das aulas (de 14 de janeiro a 5 de fevereiro):

De segunda-feira a sexta – das 10h às 20h:

Manhã:
Turma 1 (7, 8 e 9 anos) – das 10h às 11h
Turma 2 (10, 11 e 12 anos) – das 11h às 12h

Tarde:
Turma 1 (5 e 6 anos) – das 14h às 15h
Turma 2 (7 e 8 anos) – das 15h às 16h
Turma 3 (9 e 10 anos) – das 16h às 17h
Turma 4 (11 e 12 anos) – das 17h às 18h
Turma 5 (13 e 14 anos) – das 18h às 19h
Turma 6 (15 e 16 anos) – das 19h às 20h

Sábados – das 10h às 19h:

Manhã:
Turma 1 (7, 8 e 9 anos) – das 10h às 10h50
Turma 2 (10, 11 e 12 anos) – das 11h às 11h50

Tarde:
Turma 1 (5 e 6 anos) – das 14h às 14h50
Turma 2 (7 e 8 anos) – das 14h50 às 15h40
Turma 3 (9 e 10 anos) – das 15h40 às 16h30
Turma 4 (11 e 12 anos) – das 16h30 às 17h20
Turma 5 (13 e 14 anos) – das 17h20 às 18h10
Turma 6 (15 e 16 anos) – das 18h10 às 19h

Domingos – das 14h às 18h
Aula livre, sem divisão por idade

Evento no Facebook: clique aqui.



Compartilhar

Basquete: saiba como ver em Mogi 4 seleções que estarão no Rio-2016

Brasil vai disputar quatro jogos em Mogi das Cruzes antes de Rio-16 (Gaspar Nóbrega/Inovafoto)

Brasil vai disputar quatro jogos em Mogi das Cruzes antes de Rio-16 (Gaspar Nóbrega/Inovafoto)

Quatro seleções masculinas de basquete que participarão dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em agosto farão amistosos entre si nas próximas semanas no ginásio Professor Hugo Ramos, em Mogi das Cruzes (SP). Trata-se de uma chance de o público paulista vê-las em ação antes do Rio-2016, que para o basquete vai ser iniciado em 6 de agosto.

Tudo começa às 20h de 28 de julho de 2016, quinta-feira, quando o Brasil enfrenta a Austrália. No sábado, dia 30, e no domingo, 31, as seleções da Lituânia e da China vão se juntar às duas. Lituânia x Austrália terá início às 12h de sábado, 2h30 antes de Brasil x China. Os vencedores das partidas vão fazer a final do SuperDesafio BRA às 14h30 de domingo (31), 2h30 depois da decisão de terceiro lugar. Brasileiros e chineses voltarão a se enfrentar 21h30 de 2 de agosto, terça-feira, antes de embarcarem para o Rio de Janeiro.

A venda de ingressos para amistosos e SuperDesafio BRA teve início no dia 9 de julho. No sábado (dia 9) e no domingo (10), clientes Bradesco tiveram a preferência na compra, com 20% de desconto, pelo www.totalticket.com.br.

Na segunda-feira (11), a venda foi aberta ao sócio-torcedor do Mogi das Cruzes/Helbor, que pagará meia-entrada. A compra poderá ser feita online pelo mesmo site ou na loja oficial do time, no ComVem Patteo Mogilar. A venda ao público será aberta na terça-feira (12).

Os valores cheios para os jogos do Brasil são de R$ 40 para arquibancadas laterais e de R$ 60 para a arquibancada central. Cadeiras de quadra centrais custam R$ 150 e as laterais, R$ 100. Todos esses têm desconto para meia-entrada.

Também compram com 50% de desconto os funcionários de empresas parceiras do time, como Helbor, Tivit, Demax, Serveng, Samed, Trópico, Grupo Padrão, Hoganas, Embu, Fontagua, Imot e alunos da Arena.

Preços dos ingressos

Arquibancada lateral: R$ 40 / 20 (meia-entrada)
Arquibancada central: R$ 60 / 30 (meia-entrada)
Cadeira de quadra central: R$ 150 / 75 (meia-entrada)
Cadeira de quadra lateral: R$ 100 / 50 (meia-entrada)

Em São Paulo

A Hebraica, clube da zona oeste paulistana, receberá, em 23 e 25 de julho, dois amistosos da seleção brasileira masculina, ambos contra a Romênia. No entanto, os eventos serão só vistos por sócios da Hebraica e convidados.

A Romênia não estará no Rio-2016. Nos Jogos Olímpicos, França, Estados Unidos, Venezuela, Sérvia, China e Austrália estarão no Grupo A; no B vão estar Argentina, Espanha, Brasil, Lituânia, Croácia e Nigéria.



Compartilhar

Seleção masculina de basquete fará amistosos pré-olímpicos em São Paulo

Armador Rafael Freire Luz, convocado para Rio-2016 (José Jiménez Tirado/Fiba Américas)

Armador Rafael Luz, na pré-lista para Rio-2016 (José Jiménez Tirado/Fiba Américas)

Os fãs de basquete paulistas que não poderão assistir a jogos da modalidade no Rio-2016 ficarão um pouco menos chateados com esta notícia. São Paulo será o Estado do basquete pré-olímpico. Pelo menos 4 seleções masculinas que disputarão os Jogos Olímpicos farão partidas preparatórias em Mogi das Cruzes, no ginásio Professor Hugo Ramos.

O Hugão receberá o amistoso masculino Brasil x Austrália em 28 de julho. Nos dias 30 e 31 de julho de 2016 será realizado o Desafio Super BRA lá também: Austrália x Lituânia e Brasil x China são os jogos do primeiro dia (31), e os vencedores duelam na decisão do dia seguinte, bem como os perdedores.

A Olimpíada terá início para o basquete em 6 de agosto. Enquanto Austrália e China estão no Grupo A, o dos Estados Unidos, Brasil e Lituânia estão no B, o de Espanha e Argentina.

Antes disso, de 21 a 25 de julho, a seleção brasileira masculina vai disputar amistosos em São Paulo, mas ainda não foram divulgados os adversários. Em 2 de agosto, o Brasil fará seu último amistoso em Mogi, mas o rival é desconhecido ainda.

São Paulo e Mogi das Cruzes vão ser mesmo as bases da seleção brasileira, que treinará de 25 de junho a 25 de julho na Hebraica e no Paulistano, clubes da zona oeste da capital paulista, e de 26 a 3 de julho estará no Hugão.

A seleção contará com cinco jogadores que atuam ou atuaram na NBA na temporada 2015/2016: os armadores Marcelo Huertas (Los Angeles Lakers) e Raulzinho (Utah Jazz), o ala-armador Leandrinho (Golden State Warriors) e os pivôs Anderson Varejão (Warriors) e Nenê Hilário (Washington Wizards). Pivô Tiago Splitter sofreu uma lesão no quadril e não estará no Rio-2016.



Compartilhar

Vale a viagem: com ‘madrinhas’ Paula e Hortência, Jogo das Estrelas da LBF

Fidel Castro com Hortência e Paula no Pan-1991 (Divulgação)

Fidel Castro com Hortência e Paula no Pan-1991 (Divulgação)

Vai valer a pena ir para Campinas na tarde de 7 de maio, sábado, para ver o Jogo das Estrelas da Liga de Basquete Feminino. As duas maiores jogadoras da história do basquete brasileiro, Paula e Hortência, serão as “madrinhas” dos times Magic Paula e Rainha Hortência no ginásio do Taquaral.

As duas conquistaram medalhas de ouro no Pan-Americano de 1991 e no Campeonato Mundial de 1994 e de prata na Olimpíada de 1996, em Atlanta.

Segundo a assessoria da LBF, todas as 15 atletas que foram convocadas pelo técnico Antônio Carlos Barbosa, o da seleção brasileira, e que se preparam para a disputa do Sul-Americano participarão do Jogo das Estrelas. São elas: Iziane, Palmira, Isabela Ramona, Karina Jacob e Nádia, do Sampaio Corrêa Basquete, Bárbara, Joice e Gilmara, do Corinthians/Americana, Adrianinha, Tatiane Pachedo e Kelly, do Uninassau/América, Êga e Patty, do Maranhão Basquete, Jaqueline, do Santo André/Apaba, e Tainá Paixão, sem clube.

Além delas, estarão presentes no Jogo das Estrelas as alas/armadoras Tássia (Santo André) e Karla Costa (Corinthians), a armadora Débora (América-PE), a ala Izabella Sangalli (Corinthians/Am.), a ala/pivô Carina Fellipus (Sampaio Corrêa) e as pivôs Fabiana Souza e Bárbara Guedes (Presidente Venceslau). Nos próximos dias o Maranhão escolherá duas atletas para finalizar o elenco do Jogo das Estrelas da LBF.

Após a definição das 24 atletas, será realizado um sorteio, com a presença de Paula e Hortência, para que se defina quais atletas vão estar em cada equipe. As comissões técnicas dos times também serão escolhidas por sorteio, sendo que Lisdeivi Pompa e Antônio Carlos Vendramini, finalistas da LBF 15/16, serão os técnicos principais.

Também como parte da programação do Jogo das Estrelas da LBF será realizado o Torneio de 3 pontos com atletas representantes do Time Magic Paula enfrentando o Time Rainha Hortência. As atletas que se destacaram durante a temporada 2015/2016 da LBF receberão seus prêmios individuais durante o evento em Campinas.

Aproveitando o local do Jogo das Estrelas, a Liga de Basquete Feminino também homenageará as atletas campeãs mundiais com a Ponte Preta em 1993. Na ocasião, o time campineiro, que contava com Paula e Hortência em seu elenco, venceu o Primizie Parma (ITA), por 102 a 86. A lendária técnica Maria Helena Cardoso estará presente na festa e será homenageada, assim como as atletas que fizeram parte do elenco da Ponte naquela conquista, a qual foi obtida em Guarulhos, no ginásio Thomeozão.

O Sampaio Corrêa, de Iziane, foi o campeão da temporada 2015/2016 da LBF. Bateu o Corinthians/Americana na final (três a um na série decisiva).

Serviço:
Jogo das Estrelas da LBF
A partir das 16h15 de 7 de maio de 2016
Ginásio do Taquaral, em Campinas
Avenida Doutor Heitor Penteado, s/n

Ingressos

Os ingressos não serão vendidos: serão distribuídos. Com isso, cada torcedor poderá garantir no máximo cinco tíquetes por meio do número de seu CPF.

Distribuição: 06/05 (sexta-feira) e 07/05 (sábado)
Horário: das 10h às 16h (de Brasília)
Local: bilheteria do ginásio do Taquaral



Compartilhar

Jogo das Estrelas em Mogi: venda de ingressos começa nesta semana

Ginásio Professor Hugo Ramos, em Mogi das Cruzes (Luiz Pires/LNB)

Ginásio Professor Hugo Ramos, em Mogi das Cruzes (Luiz Pires/LNB)

A partir desta quinta-feira, dia 25 de fevereiro, os espectadores poderão adquirir ingressos para o Jogo das Estrelas-2016 do NBB, que será disputado no ginásio Professor Hugo Ramos, em Mogi das Cruzes, às 18 horas de 19 de março (desafios na manhã de 20 de março).

No primeiro momento, as vendas serão feitas somente pela internet, por meio do site Totalplayer, empresa responsável pela venda dos bilhetes nas partidas do Mogi das Cruzes/Helbor. A comercialização será feita de forma separada para os dois dias de evento e com três setores diferentes para a compra: arquibancada, cadeira central e cadeira de quadra.

Durante o primeiro dia de venda, os sócios-torcedores do Mogi das Cruzes/Helbor, anfitrião do Jogo das Estrelas-2016, terão exclusividade na compra. Depois disso, na sexta-feira (26/02), a venda estará liberada para o público em geral.

Os preços do primeiro lote dos ingressos para o Jogo das Estrelas-2016 variam entre R$ 30 e R$ 150, com direito a meia-entrada para estudantes, idosos e crianças de até 12 anos. A venda do primeiro lote será realizada até o dia 5 de março (sábado).

A votação por meio da qual serão definidos os times está aberta em jogodasestrelas.lnb.com.br/votacao. Para votar é simples: basta o torcedor escolher cinco atletas – um armador, dois alas e dois pivôs – para cada equipe (NBB Brasil e NBB Mundo). Os 12 mais votados de cada lado estarão em ação no Hugão.

Confira os preços dos ingressos do Jogo das Estrelas-2016:

19/03 (Jogo das Estrelas – NBB Brasil x NBB Mundo)
Arquibancada: R$ 40 (R$ 20 meia-entrada)
Cadeira Central: R$ 50 (R$ 25 meia-entrada)
Cadeira de quadra: R$ 150 (R$ 75 meia-entrada)

20/03 (Arremesso das Estrelas, Desafio de Habilidades, Torneio dos 3 Pontos e Torneio de Enterradas)
Arquibancada: R$ 30 (R$ 15 meia-entrada)
Cadeira Central: R$ 40 (R$ 20 meia-entrada)
Cadeira de quadra: R$ 100 (R$ 50 meia-entrada)



Compartilhar

Mogi das Cruzes é confirmada como sede do Jogo das Estrelas-16 do NBB

Ginásio Professor Hugo Ramos, em Mogi das Cruzes (Luiz Pires/LNB)

Ginásio Professor Hugo Ramos, em Mogi das Cruzes (Luiz Pires/LNB)

A cidade de Mogi das Cruzes sediará o Jogo das Estrelas-2016. Nos dias 19 e 20 de março, o município da região metropolitana de São Paulo receberá a partida festiva do NBB pela primeira vez na história e vai ser a sexta cidade diferente a receber o evento.

Segundo a LNB, o Mogi das Cruzes/Helbor teve a melhor média de público nas duas mais recentes edições da competição. Agora, o ginásio Professor Hugo Ramos receberá o evento festivo pela primeira vez.

“Desde a entrada do Mogi das Cruzes no NBB, há quatro temporadas, a cidade abraçou o basquete de uma maneira incrível. A torcida mogiana transformou o ginásio em uma das melhores atmosferas esportivas do Brasil, e nada mais justo que premiar a todos com o Jogo das Estrelas. Temos certeza de que a festa será maravilhosa”, disse João Fernando Rossi, presidente da LNB.

A edição de 2016 do Jogo das Estrelas terá transmissão ao vivo dos canais Globo e SporTV e novamente será realizada em dois dias. O tradicional duelo entre NBB Brasil e NBB Mundo continua a ser a atração principal da festa. A equipe brasileira vem de quatro vitórias seguidas e lidera o histórico do confronto por 4 a 1.

Assim como nos anos anteriores, haverá no Jogo das Estrelas do NBB os torneios de 3 Pontos e Enterradas, o Desafio de Habilidades e o Arremesso das Estrelas. Pela segunda temporada seguida, o evento também contará com o Desafio das Estrelas da LBF, partida que colocará frente a frente as melhores jogadoras da liga feminina.

Mogi das Cruzes será a sexta cidade a receber o Jogo das Estrelas do NBB. Antes, Rio de Janeiro (2009), Uberlândia (2010), Franca (2011, 2012 e 2015), Brasília (2013) e Fortaleza (2014) receberam o evento festivo, realizado em todas as edições do campeonato nacional.

“A escolha da nossa cidade para a realização do Jogo das Estrelas é um presente para todos os nossos torcedores. É um evento com muitas atrações e também com ações sociais. Parabenizo a LNB pelo nível alcançado em sua oitava edição e fico muito orgulhoso de Mogi das Cruzes estar presente nesse momento”, afirmou Nilo Guimarães, secretário de Esporte e Lazer de Mogi das Cruzes.

O Mogi das Cruzes/Helbor foi semifinalista do NBB 6 e do NBB 7. Nesta temporada já foi vice-campeão paulista, é neste momento o quarto mais bem classificado do NBB 8 e conta com Shamell, Larry Taylor, Tyrone e Filipin, um dos jogadores mais admirados pela torcida mogiana.



Compartilhar

Torcedor sofre menos fora do ginásio, mas mais dentro e vê Real campeão

Pivô Rafael Hettsheimeir, do Bauru (Caio Casagrande/Bauru Basket)

Pivô Rafael Hettsheimeir, do Bauru (Caio Casagrande/Bauru Basket)

O torcedor que estava tranquilo por ter comprado ingresso pela internet para assistir na sexta-feira, 25 de setembro de 2015, à primeira partida entre Bauru e Real Madrid teve surpresas negativas. Mesmo tendo chegado ao ginásio do Ibirapuera, na zona sul de São Paulo, com certa antecedência enfrentou uma longa fila para retirar seu tíquete no único guichê disponível para isso. Depois dos problemas da sexta-feira, a Ingresso Rápido, que vendia as entradas para a Copa Intercontinental de basquete, colocou em serviço novos pontos de retirada no domingo, dia da segunda e decisiva partida.

Entrevistado às 19h40 de sexta-feira, 1h20 antes de o jogo começar, Felipe Petit, representante comercial, membro da torcida Loucos da Central, contou: “Chegamos aqui às 17h50. Disseram-nos que a bilheteria seria aberta às 19h, mas houve um atraso. Sou de Bauru e rodei mais de 300 km para estar aqui. Saímos da cidade às 13h. Se eu conseguir pegar o jogo desde o início prometo que nem sequer vou reclamar; vou agradecer a Deus”.

Ginásio do Ibirapuera durante partida de domingo (FIBA Américas/Divulgação)

Ginásio do Ibirapuera durante partida de domingo (FIBA Américas/Divulgação)

Pouco tempo depois dessa entrevista, começou a chover intensamente na região do ginásio. Pessoas que compraram ingresso pela internet, pagaram taxa de serviço de 18% e enfrentaram fila tomaram chuva durante a espera.

No entanto, no domingo, a Ingresso Rápido reforçou a operação. Havia até mesmo postos de retirada de ingressos improvisados, já fora das bilheterias, para que houvesse mais pontos de atendimento. Isso deu certo: a reportagem do Esportividade visitou o local e não observou filas. Procurada, assessoria de imprensa da empresa ainda não deu uma resposta sobre o que aconteceu na sexta-feira.

Ricardo Fischer marcou 26 pontos e teve grande atuação no domingo (Caio Casagrande/Bauru Basket)

Fischer marcou 26 pontos e teve grande atuação no domingo (Caio Casagrande/Bauru)

Em quadra, porém, a situação foi invertida: a partida de sexta-feira foi melhor para o Bauru que a de domingo. No primeiro duelo, o time paulista, que em determinado momento ficara 17 pontos atrás no placar, bateu o Real Madrid por 91 a 90. O pivô Rafael Hettsheimeir, com 27 pontos, foi o cestinha do jogo, tendo acertado seis dos nove arremessos de três pontos que fez. O ala Léo Meindl, que deixou a quadra com 15 pontos assinalados, também foi importante para a reação do Bauru.

No domingo, um início ruim de partida (12 a 0 em certa hora) custou bastante caro ao Bauru, que até chegou a empatar, mas não segurou o resultado por muito tempo. As bolas de três pontos de Hettsheimeir não caíram tanto, e ele marcou 17 pontos. O armador Ricardo Fischer, com 26, foi o cestinha do time paulista, que pegou poucos rebotes. Com vitória por 91 a 79, o Real Madrid, cujo armador Sergio Llull foi eleito o melhor jogador da competição, repetiu feito de 1981 e, no mesmo ginásio do Ibirapuera onde bateu o Sírio, conquistou a Copa Intercontinental (agora pela quinta vez).



Compartilhar

Bauru x Real Madrid no Ibira: são vendidos ingressos separadamente

Paulinho, novo armador do Bauru (Paschoalotto/Bauru)

Paulinho, novo armador do Bauru (Paschoalotto/Bauru)

Já é possível comprar ingressos separadamente para cada dia da Copa Intercontinental de basquete. Bauru e Real Madrid vão disputar duas partidas, uma às 21h de 25 de setembro de 2015, sexta-feira, e outra às 12h de 27 de setembro, domingo, no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, e até então somente era realizada venda de pacotes para ambos os jogos.

Ingresso inteiro mais barato de sexta-feira custa R$ 30 (anel superior); o mais caro sai por R$ 150 (cadeira de quadra). Quem quiser ocupar um assento nas arquibancadas inferiores vai desembolsar R$ 40 ou, se puder comprar meia-entrada, R$ 20.

Os preços dos bilhetes de domingo estão mais altos que isso. O tíquete inteiro mais em conta custa R$ 50, dez reais mais barato que o da arquibancada inferior. O valor da cadeira de quadra dobra de sexta-feira para domingo.

São vendidos pela Ingresso Rápido (clique aqui). Para comprar entrada sem taxa de conveniência o torcedor deve se dirigir ao teatro Tuca (que fica na rua Monte Alegre, 1.024, em Perdizes) das 14h às 19h de terça-feira a sábado e das 14h às 18h de domingo. Com a taxa de serviço, uma compra de R$ 40 torna-se R$ 47,20, ou seja, ela é de 18%.

Se cada time vencer uma partida da Copa Intercontinental, o saldo de pontos será o critério de desempate. Assim, o vencedor somente será conhecido na tarde de domingo; por isso os ingressos para dia 27 são mais caros.

Dois anos atrás, quando o Pinheiros foi derrotado pelo grego Olympiacos no ginásio José Corrêa, em Barueri, o público assistiu gratuitamente aos jogos.

O ala/pivô Rafael Mineiro, que era do Limeira, time que fechou as portas por falta de patrocínio, defende o Bauru nas partidas contra o Real Madrid. Mas o pivô Murilo Becker sofreu uma lesão no olho esquerdo (um deslocamento de retina) e não poderá participar da Copa Intercontinental.

Gui Deodato, do Rio Claro, disputa a Copa Intercontinental pelo Bauru. O ala começou no basquete nas categorias de base da equipe do interior paulista.

DICA IMPORTANTE!

É aconselhável comprar ingressos em um dos pontos de venda da Ingresso Rápido (clique aqui e saiba quais são) e sair de lá com eles impressos em vez de comprá-los pela internet e retirá-los nas bilheterias do ginásio do Ibira. Na sexta-feira (25) houve grande fila para retirada de entradas lá. No domingo (27) a previsão é que as bilheterias do ginásio sejam abertas às 10h.

Leia também:
Ginásio do Ibirapuera volta a ser um grande palco do basquete mundial



Compartilhar

Mogi das Cruzes recebe etapa da Liga Sul-Americana-2015 de basquete

Ginásio Professor Hugo Ramos cheio em dia de jogo de playoff (Cleomar Macedo/Helbor)

Ginásio Professor Hugo Ramos cheio em dia de jogo de playoff (Cleomar Macedo/Helbor)

O município de Mogi das Cruzes novamente será sede de uma etapa da Liga Sul-Americana de basquete. Nos dias 29 e 30 de setembro e 1º de outubro outros três times da América do Sul vão jogar contra a equipe da casa e entre si. Essa decisão foi confirmada pela diretoria do Mogi das Cruzes/Helbor e por membros da Abasu (Associação de Basquete Sul-Americana) na manhã de terça-feira, 8 de setembro.

A questão da logística contribuiu muito para que a primeira etapa da competição fosse realizada na cidade. A Abasu organiza a disputa da Copa Intercontinental entre Bauru e Real Madrid, em São Paulo, nos dias 25 e 27 deste mês, e viu na proximidade de Mogi das Cruzes com a capital paulista uma possibilidade de redução de custos.

“É muito importante a gente fazer essa etapa aqui. Mostra que Mogi das Cruzes tem uma estrutura bacana para fazer, e a gente não podia deixar de aproveitar essa oportunidade [pois o pessoal da Abasu já vai estar na região]. Então, vai evitar custos para eles lá, e para nós também houve uma situação muito interessante para que pudéssemos realizar esta etapa aqui”, explicou o secretário de Esportes de Mogi, Nilo Guimarães.

A Liga Sul-Americana será disputada por 16 equipes. A etapa mogiana contará com outras três equipes (a serem definidas) além do Mogi das Cruzes/Helbor. Os outros times brasileiros que também vão disputar a competição são Brasília e Franca. No ano passado, a equipe mogiana conquistou o vice-campeonato sul-americano, tendo sido derrotada pelo Bauru, e sediou duas fases da disputa.



Compartilhar