São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Vôlei 23/05/2017

Com novo projeto de vôlei, Guarulhos volta ao cenário esportivo nacional

Por Esportividade
Ginásio Paschoal Thomeo, o Thomeozão (Google Maps/Reprodução)

Ginásio Paschoal Thomeo, o Thomeozão (Google Maps/Reprodução)

Uma cidade do tamanho e da importância de Guarulhos não poderia mesmo ficar sem um grande time. Há bastante tempo o município não é representado por uma equipe adulta de qualidade que dispute títulos nacionais importantes. Essa “seca”, porém, está no fim. O Corinthians-Guarulhos, parceria entre o clube paulistano e a cidade, vai ser o responsável por reintroduzir o esporte coletivo profissional guarulhense na rota das grandes competições.

O líbero Serginho, bicampeão olímpico, trocou o Sesi-SP pelo novo projeto, cujo técnico vai ser Alexandre Stanzioni, que foi vice-campeão da Superliga masculina com o Vôlei Brasil Kirin, de Campinas, há duas temporadas.

Assim como o time feminino do Hinode Barueri, que é comandado por José Roberto Guimarães e estará na Superliga “A” feminina na próxima temporada, 17/2018, o Corinthians-Guarulhos não pulará etapas e tentará se classificar para a Superliga “A” masculina dentro da quadra, disputando competição classificatória. Também participará da Copa São Paulo e do Campeonato Paulista no segundo semestre.

A casa do Corinthians-Guarulhos será o ginásio Paschoal Thomeo a partir de 12 de junho. Antes disso, a equipe vai iniciar os treinamentos no ginásio Arnaldo José Celeste, o da Ponte Grande, também em Guarulhos, porque o Thomeozão passa por uma reforma para atender às exigências da CBV, a Confederação Brasileira de Vôlei.

Segundo o Corinthians, não haverá investimento público no projeto, que será bancado por patrocinadores, como a rede local de supermercados Nagumo.

Ligação com Guarulhos

Apresentação de Serginho no Corinthians (Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

Apresentação de Serginho no Corinthians (Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

Embora seja de Pirituba, na zona norte de São Paulo, Serginho tem uma história com o município vizinho. “Tenho gratidão pela cidade. Guarulhos me acolheu quando eu mais precisei. Era moleque e precisava dar continuidade à minha carreira. De 1993 a 1996, essa cidade me apoiou como um filho, me dando comida, e nunca eu me esqueci disso. Jogar por Guarulhos hoje é um motivo de muito orgulho e quero retribuir tudo isso com todo o meu empenho dentro da quadra e lutando por títulos”, disse ao site corintiano.

“Somado a isso, que parece um roteiro de filme, um dos maiores sonhos era vestir a camisa do Timão em quadra. Felizmente isso aconteceu e estou sem palavras para descrever esse momento.”

O central Sidão, também ex-Sesi-SP, igualmente foi confirmado.

Deixe seu comentário