São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Futebol 01/04/2014

Desempenho recente do Santos em jogos no Pacaembu é mediano

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade
Osasco Audax x Santos no Paulista de 2014 (Ricardo Saibun/Divulgação SantosFC)

Osasco Audax x Santos no Paulista de 2014 (Ricardo Saibun/Divulgação SantosFC)

O Santos guarda uma bela recordação recente do Pacaembu, onde disputará os dois jogos da final do Campeonato Paulista de 2014 contra o Ituano: o título da Libertadores de 2011 contra o Peñarol. Só que, desde 2012, estádio do Pacaembu não tem sido tão bom assim para os santistas. De lá para cá, foram 13 jogos da equipe principal lá e apenas quatro vitórias. O mais comum foram os empates (seis); o menos, as derrotas (três). Ou seja, o Santos obteve 46,15% dos pontos que disputou no Paulo Machado de Carvalho desde 2012 – seja como mandante ou visitante. Já em 2014 tem 100% de aproveitamento na Vila Belmiro após dez partidas em seu estádio.

Neste ano, o Santos só jogou no Pacaembu uma vez até agora, e nela empatou por 1 a 1 com o Osasco Audax na segunda rodada da primeira fase do Paulista. Em 2013, o time do litoral optou por mandar quatro jogos em São Paulo: no torneio estadual, enfrentou Paulista (derrota por 3 a 1) e São Caetano (1 a 1); no Campeonato Brasileiro, venceu tanto a Ponte Preta como o Bahia. Foi visitante de Palmeiras (empate sem gols) e Corinthians (vitória corintiana por 2 a 1) no regional.

Em 2012, o Santos jogou no estádio paulistano seis vezes: venceu Juan Aurich (Libertadores) e Palmeiras (Brasileiro), empatou com Atlético-GO (Brasileiro) e Corinthians (Libertadores e Brasileiro) e foi derrotado pela Portuguesa.

A diretoria santista não queria dois jogos no Pacaembu – nos dias 6 e 13 – contra o Ituano, mas diz confiar em sua torcida. “A nossa intenção era que fizéssemos a segunda partida da final do Paulista na nossa casa, a Vila Belmiro. Contudo, em reunião, a Federação Paulista de Futebol preferiu escolher uma região central”, explicou o presidente do clube, Odílio Rodrigues.

“De qualquer maneira, tenho plena certeza de que o Pacaembu estará lotado. Nossa torcida é apaixonada e muito grande. O estádio vai receber torcedores alvinegros de todas as partes do Brasil. Além disso, o palco da decisão é a nossa segunda casa.”

Dono da melhor campanha da competição, o Santos tem a vantagem de ter o mando do último jogo da decisão. No primeiro, o Ituano será o mandante. Em caso de igualdade em pontos e no saldo de gols, o campeão da competição paulista será definido nas cobranças de pênaltis. Enquanto o Santos tem o melhor ataque do Paulista, com 46 gols marcados, o Ituano é dono da melhor defesa, com apenas dez sofridos.

Em 2013 e 2014, o Santos conquistou o bicampeonato da Copa São Paulo júnior no Pacaembu.

Clique aqui e saiba mais sobre a final entre Santos e Ituano.

Deixe seu comentário