São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Vôlei 14/03/2016

Desfile de uniformes e show compensam jogo tranquilo em Osasco

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade
Banda de funcionários da Nestlé (João Pires/Fotojump)

Banda de funcionários da Nestlé (João Pires/Fotojump)

As ações que precederam o jogo entre Vôlei Nestlé/Osasco e Brasília Vôlei na sexta-feira (11) compensaram o fato de a partida não ter tido muitas emoções. Aproveitando o fato de a Nestlé comemorar internacionalmente 150 anos, a empresa promoveu um desfile de modelos vestindo os uniformes das equipes de vôlei que patrocinou, inclusive o histórico Leite Moça, de Sorocaba. Uma banda formada por funcionários da multinacional alimentícia entreteve os torcedores com rock and roll ao vivo.

Desfile de uniformes (João Pires/Fotojump)

Desfile de uniformes (João Pires/Fotojump)

A equipe osasquense não teve grandes dificuldades para superar a brasiliense por 3 sets a 0 e abrir 1 a 0 na série de quartas de final da Superliga feminina 2015/2016. O que mais chamou a atenção, então, foi a celebração: camisetas mencionando os títulos da Nestlé foram distribuídas aos espectadores, e o ginásio José Liberatti ficou colorido. Balões foram amarrados e deram ao local um aspecto festivo.

Balões para festejar a vitória osasquense (João Pires/Fotojump)

Balões para festejar a vitória osasquense (João Pires/Fotojump)

A sexta-feira não foi totalmente festiva, no entanto. O treinador osasquense Luizomar de Moura apresentou uma arritmia cardíaca no intervalo entre o primeiro e segundo sets. Foi levado consciente e orientado para o Hospital do Coração, no qual a arritmia foi revertida. Passou a noite na unidade de terapia intensiva. Nesta segunda-feira (dia 14) ele recebeu alta. O substituto durante o restante do duelo foi o auxiliar Jefferson Arosti.

Ginásio José Liberatti em dia especial (João Pires/Fotojump)

Ginásio José Liberatti em dia especial; palco à direita, iluminado em azul (João Pires/Fotojump)

Para o futuro, poderia haver um show por jogo, já que o ginásio osasquense possui uma particularidade: um “recorte” no canto permite que um pequeno palco seja instalado até em caráter permanente, e isso não atrapalha o andamento dos jogos. Essa ação animaria ainda mais a torcida, que é animada por natureza. Não se paga ingresso para assitir aos jogos lá.

Deixe seu comentário