São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Fim de semana 06/11/2015

Judô e rolimã: relembre a infância neste fim de semana em São Paulo

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade
Momentos antes de largada de prova do GP de rolimã (Esportividade)

Momentos antes de largada de prova do GP de rolimã (Esportividade)

Judô e carrinhos de rolimã estavam entre as modalidades esportivas mais praticadas por garotos (principalmente eles) até os anos 1990. Era mais que comum um menino praticar judô na escola durante a semana e, aos sábados, disputar corridas a bordo dos carrinhos de madeira. Neste fim de semana, os agora adultos que tinham esses hábitos vão poder experimentar, mas como espectadores, novamente aquelas sensações e até mesmo levar a criançada de hoje em dia para ver de perto dois eventos. E tudo isso será de graça.

Na manhã de sábado, 7 de novembro, mais uma vez pilotos vão descer a rua do Matão, na Cidade Universitária, na zona oeste de São Paulo. A competição em quase nada lembra as que eram feitas informalmente nas ruas em outros tempos. É necessário se programar com antecedência para participar dela, já que possui regulamento e taxa de inscrição (R$ 50 e doação de alimentos). Estão nas regras, por exemplo, a obrigatoriedade de encosto e freios e as dimensões mínimas e máximas exigidas.

A rua do Matão fica fechada ao tráfego comum, são colocados fenos (assim como nos eventos automobilísticos antigos) nos trechos mais complicados para absorção de impacto e existe semáforo de largada.

Cabe aos pilotos construir um bom carrinho e saber pilotá-lo adequadamente e o mais rapidamente que puderem. Assista a um clipe que mostra um pouco do 58º GP de carrinhos de rolimã da Poli/USP-NSK:

No sábado e no domingo, sempre a partir das 9h, entram em cena judocas profissionais. Do 12º Grand Prix masculino interclubes, que vai acontecer no ginásio Mané Garrincha, perto do hospital do Servidor, vão participar atletas importantes da modalidade, como Leandro Guilheiro, duas vezes medalhista de bronze olímpico. Também é uma boa oportunidade para que o público conheça nomes da nova geração, e Daniel Cargnin e Igor Morishigue, por exemplo, foram medalhistas em Mundiais das categorias de base em 2015.

Daniel Cargnin

Daniel Cargnin

As disputas começam às 9h do sábado. A segunda fase e os confrontos para se definirem os quatro últimos acontecem a partir das 16h. Vale destacar que 11º e 12º colocados não poderão disputar o GP-2016. No domingo, serão realizadas as semifinais e a disputa do 5º ao 8º lugares a partir das 9h da manhã. As disputas por medalhas começarão às 12h50. O vencedor representará o Brasil no SuperDesafio BRA contra Portugal às 15h.

Como foram os quatro primeiros na disputa de 2014, EC Pinheiros (SP), JC Instituto Reação (RJ), Minas TC (MG) e Sogipa (RS) serão os cabeças de chave. SEL São José dos Campos (SP), AD Santo André (SP), Sesi (SP), Sesc/Vitória (BA), Judô Queiroz (PI), Jequiá Iate Clube (RJ), SE Palmeiras (SP) e Osasco/Yanaguimori (SP) completam a lista de postulantes ao título.

Deixe seu comentário