São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Corrida de rua 06/05/2020

Mulheres que correm estão mais propensas a sofrer lesões nos joelhos

Por Esportividade

Corredoras se unem para concluir a SP Pink Run (Esportividade)

Fortalecer a musculatura das pernas é fundamental para os corredores em qualquer época; durante a quarentena, tornou-se ainda mais necessário executar movimentos que fortaleçam os membros inferiores, já que a maior parte das pessoas no máximo tem caminhado dentro de casa.

As mulheres corredoras devem priorizar os exercícios desse tipo, uma vez que especialistas já constataram que elas têm uma maior predisposição a sofrer lesões nos joelhos que os homens. A diferença é significativa: são sete vezes mais chances entre as mulheres praticam corrida de rua.

“Essa predisposição não é decorrente de diferenças na musculatura, mas de um conjunto de fatores relacionados à função mecânica da corrida”, disse o doutor Daniel Carvalho, ortopedista esportivo de Curitiba (PR).

Segundo o médico formado pela UFPR e especialista em ortopedia e traumatologia, as mulheres tem uma maior tendência de realizar um movimento involuntário no joelho chamado valgo dinâmico, em que, devido à resposta neuromuscular atrasada do comando vindo do cérebro, o fêmur roda para dentro, fazendo com que o joelho sofra sobrecargas, principalmente na patela.

“Quando a mulher com valgo dinâmico corre, isso ocasiona microtraumas na região da patela, que, em longo prazo, lhe trarão dor e desconforto”, afirmou o especialista.

Outro fator de predisposição é que as mulheres costumam ter ligamentos mais frouxos que os homens, principalmente durante o ciclo menstrual, que causa alterações nos hormônios.

Deixe seu comentário