São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Corrida de rua 25/11/2018

Música que ‘vaza’ de festa faz Rolling Stone Music & Run ter ‘percurso musical’

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade

Ainda havia luz natural na prova de 5 km (Esportividade)

A última Rolling Stone Music & Run da temporada 2018 dispensou o uso de fones de ouvido para ouvir música durante a corrida. A reportagem do Esportividade participou do evento a convite do Clube Corrida e percebeu que, na maior parte do percurso, os atletas podiam curtir um som. O nome “Music & Run” nunca fez tanto sentido quanto em 24 de novembro.

camVocê em ação na corrida: encontre e baixe sua foto
Clique aqui para ver suas fotos como participante da Rolling Stone Music & Run de 24/11; ache as dos amigos também!

Uma coincidência foi parcialmente responsável por isso. Músicas do Baile do Dennis, festa que ocorria no pavilhão de exposições do Anhembi, na zona norte de São Paulo, podiam ser ouvidas pelos corredores e caminhantes quando se aproximavam de lá.

Quando voltavam para a altura do sambódromo, ainda na avenida Olavo Fontoura, o som que “vazava” era o da banda Warriors, que tocou antes dos Paralamas do Sucesso, atração principal da RSM&R.

O tempo foi outro “personagem” do evento. A prova de 5 km – de cerca de 4,8 km, na verdade, devido a algumas alterações no percurso, no trecho do estacionamento do pavilhão, próximo ao Baile – foi disputada sob (fraca) chuva. Ao fim dela, um forte vento “invadiu” o Anhembi. Já a de 10 km – cerca de 9,6 km – foi menos afetada por isso.

“Vendo a lua”: Paralamas se apresentam na Rolling Stone Music & Run (Esportividade)

Até a lua apareceu no show dos Paralamas. O sexteto liderado pelo vocalista e guitarrista Herbert Vianna, pelo baixista Bi Ribeiro e pelo baterista João Barone colocou no set list a maior parte de seus hits. O show foi aberto com “Sinais do Sim” e “Itaquaquecetuba”, músicas mais recentes, de 2017, mas, em seguida, os 35 anos de sucesso foram revisitados. A plateia os acompanhou nessa “viagem” – sem estar “de gaiato no navio”.

Open bar de cerveja foi aberto aos participantes às 21h. Durante a corrida de 10 km, alguns atletas bem-humorados falavam a respeito disso para incentivar os colegas. Funcionou.

Resultados

Clique aqui e confira o seu.

Deixe seu comentário