São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Futebol 08/06/2015

Noite de balada? Nem tanto: jogo às 22h de sábado tem ambiente familiar

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade
Torcida do São Paulo no Morumbi em dia de jogo contra o Grêmio (Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Torcida do São Paulo no Morumbi em dia de jogo contra o Grêmio (Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Um jogo de futebol que começa às 22h de sábado poderia ter “clima de balada”, mas não foi isso o que foi visto no estádio do Morumbi em 6 de junho de 2015. Diferentemente do que se podia esperar de uma partida a essa hora, havia nas arquibancadas casais, crianças, pais e filhos…

Os 16.952 pagantes viram a vitória do São Paulo sobre o Grêmio por 2 a 0, que foi marcante pela estreia de Juan Carlos Osorio no comando do tricolor paulista e pelo gol de pênalti de Rogério Ceni. Com 129 gols marcados pelo São Paulo, tornou-se isoladamente o décimo maior artilheiro da história do clube, superando Raí, com o qual estava empatado.

Dennis Godoy levou seu filho, Luiz Felipe, de seis anos e meio, ao Morumbi. “Hoje é um dia atípico porque amanhã [domingo] haverá jogo da seleção brasileira. Poderia ter sido às 21h. Teria sido um horário melhor. Mas não muda tanto porque moro aqui perto. Só que, com a empolgação dele se o São Paulo vencer, ele vai dormir à 1h ou às 2h”, disse o coordenador de TI.

Rogério Ceni comemora gol no Morumbi (Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Rogério Ceni comemora gol no Morumbi (Rubens Chiri/saopaulofc.net)

O comprador Guilherme Sambinelli foi ao estádio com o amigo francês Matthias Ex. Apesar de reconhecer que, depois da partida, fica difícil curtir o resto da noite, aprovou o horário diferente. “Depende muito do que a pessoa for fazer. Se assistirmos ao jogo, nós não conseguiremos curtir uma balada, porque a partida acabará à meia-noite. Para ele [o francês] é o programa da noite”, afirmou.

Matthias, que ficará no Brasil até o fim de setembro, é torcedor do Olympique de Marselha e, entre os estádio brasileiros, conhecia somente o brasiliense Mané Garrinha, ao qual foi durante a Copa do Mundo de 2014. “Gosto dos tradicionais”, declarou o estagiário. Conseguiu falar os nomes de Michel Bastos, Alexandre Pato, Paulo Henrique Ganso e Luis Fabiano quando questionado sobre a equipe são-paulina atual.

São Paulo x Grêmio começou às 22h de sábado por causa dos horários da televisão aberta, que no dia seguinte exibiria Brasil x México (disputado no Allianz Parque) à tarde e não passaria partidas do Campeonato Brasileiro. Ambos os jogos terminaram 2 a 0.

O público pagante do duelo da noite de sábado foi o maior do clube do Morumbi como mandante até agora neste Campeonato Brasileiro de 2015, superando os de São Paulo 2×1 Flamengo (13.656), São Paulo 3×0 Joinville (12.690) e São Paulo 3×2 Santos (13.806). O tricolor paulista venceu 14 dos 15 jogos que disputou diante do seu torcedor em 2015.

Deixe seu comentário