São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Futebol 13/11/2014

Novo projeto prevê a elevação do gramado do Morumbi, diz presidente

Por Esportividade
Torcida do São Paulo no Morumbi (Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Torcida do São Paulo no Morumbi (Rubens Chiri/saopaulofc.net)

O presidente do São Paulo Futebol Clube, Carlos Miguel Aidar, explicou qual é o projeto que quer levar adiante para modernizar o estádio do Morumbi. Durante o programa “Bola da vez”, do canal por assinatura ESPN Brasil, o dirigente disse que, de acordo com a proposta, o gramado seria elevado e, assim, se perderiam os atuais setores inferiores. A capacidade de público, porém, permaneceria praticamente a mesma, porque não haveria mais pista de atletismo e existiria um prolongamento das arquibancadas em direção ao campo. A ideia da cobertura, o principal item do projeto anterior, permanece.

Segundo Aidar, o estádio ainda contaria com um hotel e um estacionamento anexos. O presidente são-paulino afirmou já conversar com o hospital Albert Einstein, que tem interesse em um hotel ali por causa da hospedagem de residentes e parentes de pacientes.

Estádio do Morumbi (Paulo Pinto/saopaulofc.net)

Estádio do Morumbi (Paulo Pinto/saopaulofc.net)

O Morumbi teria, após a reforma, duas opções para shows: estádio completo, como já acontece hoje, e para 28 mil pessoas, usando a parte de trás de um dos gols – assim como vai acontecer no Allianz Parque. Com a elevação do gramado, haveria espaço para lojas e restaurantes.

Questionado se não seria melhor demolir o Morumbi e construir outro estádio, Aidar declarou ser uma construção de um estádio desse porte muito custosa, de mais de R$ 1 bilhão. Uma reforma assim poderia sair por R$ 650 milhões, valor maior que a WTorre gastou para construir o novo estádio palmeirense, que foi feito para 43,6 mil espectadores.

O advogado ainda tenta fazer acordo com empresas parceiras para daí sim levar o projeto à aprovação no São Paulo. O anterior não foi aprovado por falta de quórum. Juvenal Juvêncio ainda era o presidente, e a oposição dizia que não tinha tido acesso total aos documentos. O próprio Aidar disse que o antigo talvez não fosse financeiramente viável.

Estádio do Morumbi (saopaulofc.net)

Estádio do Morumbi (saopaulofc.net)

Se o plano seguir adiante, o São Paulo, de acordo com Carlos Miguel Aidar, ficará um ano sem jogar no Morumbi e mandará partidas no Pacaembu ou na Arena Barueri.

Poderão ser vendidos 66.373 ingressos para São Paulo x Palmeiras deste domingo, dia 16. Clique aqui e saiba como comprar o seu.

Deixe seu comentário