São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Motociclismo 17/06/2015

Obras fazem eventos de motociclismo trocarem Interlagos por outros circuitos

Por Esportividade
SuperBike Series Brasil (Wagner Carmo/Imagem Divulgação)

SuperBike Series Brasil (Wagner Carmo/Imagem Divulgação)

As obras no autódromo de Interlagos impactaram diretamente o motociclismo brasileiro, que teve de buscar alternativas para manter os compromissos. Os dois maiores eventos da modalidade já tiraram de seus calendários etapas que aconteceriam no circuito paulistano nos próximos meses, mas ambos devem encerrar suas temporadas lá em 28 e 29 de novembro de 2015.

O SuperBike Brasil tinha como plano inicial a realização de cinco etapas em São Paulo até agosto, mas, na melhor das hipóteses, somente uma será lá – e não está confirmada ainda. A Motoschool reservou a pista para “track days” neste fim de semana (dias 20 e 21 de junho), e o público vai poder conferir os treinos de perto, mas não haverá lanchonetes para os espectadores. Essas sessões de treinamento voltarão a acontecer no início de julho.

O Moto 1000 GP anunciou em 16 de junho a mudança de sede de duas etapas. A quarta prova está transferida para Campo Grande (MS). A sexta, programada para Brasília (DF), passa a ter como sede Goiânia (GO) – que também receberá a competição em sua terceira etapa, no dia 28 de junho, tendo em disputa o GP Michelin.

A mudança de local das duas etapas deve-se às reformas do autódromo de Interlagos, que já recebeu seis eventos do Moto 1000 GP desde a criação do campeonato em 2011, e do autódromo de Brasília, onde aconteceram etapas nos campeonatos de 2011, 2012 e 2014. O estágio de reforma tornou inviável a realização das corridas nessas duas pistas na atual temporada.

“Fizemos um bom planejamento para o calendário de 2015, incluindo as praças importantes e pensando no que internamente nós chamamos de EPPP – equipes, pilotos, patrocinadores e público”, diz o promotor do Moto 1000 GP, Gilson Scudeler. “Ocorre que o cenário atual dos autódromos é de renovação. Isso quer dizer que temos inicialmente que abrir mão do uso por ora para que, no futuro, eles estejam mais modernos e seguros.”

Os boxes de Interlagos não podem ser utilizados porque são feitas obras na retaguarda deles e na parte inicial do pit lane – com a construção de novas garagens e novo prédio de centro de controle. A reforma, porém, apenas será concluída em 2016. Com ela semipronta será realizado o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 em 15 de novembro de 2015.

Por enquanto, quem quiser usar Interlagos terá de montar tendas que servirão como boxes, ou seja, precisará fazer evento na base do improviso.

Deixe seu comentário