São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Corrida de rua 06/12/2018

Organização da São Silvestre diz ser implacável com ‘pipocas’ e fraudadores

Por Esportividade

Concentração da São Silvestre-2017 (Esportividade)

A organização da São Silvestre enviou texto à imprensa com o seguinte início: “Atletas sem inscrição e fraudadores não serão bem-vindos”. De acordo com ela, na 94ª edição da corrida, a de 2018, se repetirão as dinâmicas de controle de acessos para evitar a participação de atletas que não estejam inscritos nela (“pipocas”) e de fraudadores, “deixando toda a estrutura de serviços para os corredores inscritos de forma correta”. As 30 mil inscrições estão esgotadas. Custavam R$ 185.

“‘Pipocas’ serão convidados a se retirar e devem ter ciência de que, ao entrarem na prova, estarão cometendo fraudes e pondo em risco serviços essenciais, como hidratação e médico, para quem se inscreveu”, afirma.

Atletas diante do Theatro Municipal de São Paulo (Esportividade)

Segundo a organização, haverá câmeras filmando a largada, a chegada e os postos de água, e eventuais fraudadores que duplicarem números de peito “serão cobrados na Justiça”.

Em 2017, uma equipe de Sorocaba foi pega com números repetidos de forma proposital – “clonagem” –, e a Fundação Cásper Líbero, detentora dos direitos do evento, afirmou já ter tomado medidas legais contra os envolvidos.

A organização disse ainda: “A inscrição é pessoal e intransferível, não havendo possibilidade de transferência para outro atleta”.

Os setores eram de acordo com o tempo de prova previsto pelo atleta no ato da inscrição (Esportividade)

Antes da largada, os inscritos deverão caminhar por vias paralelas à Paulista, como a alameda Santos e a rua São Carlos do Pinhal, e, em seguida, entrar nas que cruzam a avenida principal (Frei Caneca, Ministro Rocha Azevedo, Peixoto Gomide, Plínio Figueiredo e Casa Branca), havendo ali o primeiro controle de acesso, que será iniciado às 6h.

A dispersão será da altura rua Joaquim Eugênio de Lima à da Itapeva, trechos da avenida Paulista que só poderão ser acessados por inscritos.

Leia também:
São Silvestre muda entrega de kits para o Anhembi na edição de 2018

Comentários


  • Manoel Lourenço Bonfim de andrade disse:

    Parabéns péla a ideia de tirar os pipocas por agora da para correr melhor sem essa intruso valeu muito obrigado

  • Nelson disse:

    A São Silvestre é minha corrida principal do ano

  • Ramiro disse:

    Parabéns aos donos da corrida pela ideia de cobrar R$185 por essa porcaria. Oh Manoel, você acha que é por causa dos pipocas que você não consegue correr direito? Eles colocam multidões pra correr em funis estreitos e a culpa é dos pipocas? A organização usa isso como muleta, e ainda tem gente que acredita.

  • Antônio Marcos Almeida Santos disse:

    Pelo valor da inscrição e pelo número de patrocinadores o kit deveria ter mais qualidade. Não uma simples camisetas que depois da prova não serve nem pra pano de chão.

  • Cláudio de Melo disse:

    Os organizadores da São Silvestre ficam preocupado com os atletas que correm sem inscrição ao invés de incentivar e cobrar mais barato a inscrição.
    Os atletas que correm sem inscrição, são pessoas
    do bem – não necessidade estes comentários !!!

  • Marcos Silva disse:

    eu já participo da São Silvestre a 8 anos e todas as vezes os corretores que vão por último ficam sem água, os apoios sempre dão água pra quem não é corredor

  • Deixe seu comentário