São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS

Prefeitura de SP busca até R$ 14 mi com patrocínio da Virada Esportiva-15

Por Esportividade
Em 2013, Fernanrdo Haddad e secretário receberam skatista Sandro Dias (José Cordeiro)

Em 2013, Fernanrdo Haddad e secretário receberam skatista Sandro Dias (José Cordeiro)

A Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação de São Paulo vai tentar captar até R$ 14 milhões de patrocínio para a Virada Esportiva-2015, marcada para 24 e 25 de outubro. O valor que pode ser atingido excede o que foi gasto pela Prefeitura de São Paulo nas duas mais recentes Viradas Esportivas – em torno de R$ 5,5 milhões por edição.

Na verdade, não necessariamente o dinheiro dos patrocínios vai diretamente para esta Virada. “Os recursos captados a título de copatrocínio constituirão receitas do Fundo Municipal de Esportes, Lazer e Recreação, nos termos da lei municipal número 13.790, de 13 de fevereiro de 2004, e vão ser aplicados na promoção, na organização e na execução de eventos esportivos, de lazer e de recreação e no aprimoramento dos equipamentos”, explica a secretaria.

São propostas quatro faixas de valores às empresas: R$ 500 mil (no máximo seis copatrocinadores); R$ 1 milhão (no máximo quatro copatrocinadores); R$ 2 milhões (no máximo dois copatrocinadores); R$ 3 milhões (que é patrocínio máster; apenas um copatrocinador). Se houver mais interessados que cotas, será feito um sorteio para que se defina quem serão os patrocinadores.

A inserção do nome do parceiro na Virada Esportiva de 2015 será feita mediante a veiculação do logotipo do copatrocinador na “caixa de logos” de todo o material de comunicação do evento, em dimensões proporcionais às faixas de patrocínio em que se incluir.

Ao patrocinar o evento, a empresa terá direito a: inserção do logotipo em toda a comunicação visual externa do evento, considerando oito arenas, 49 centros esportivos, 46 CEUs; menções sonoras nas arenas; anúncios em 600 lixeiras de papelão; plataforma do evento, redes sociais; peças de mídia digital (e-mail marketing); identificação nas redes sociais do evento e da secretaria (Seme); customização e direito de ativação de atividades de esporte, lazer e recreação nos cinco maiores centros esportivos da cidade: Ceret (Jardim Anália Franco), Jardim São Paulo, Lapa, Vila Alpina e Tatuapé.

As empresas terão direito a um “selo de patrocinador da Virada Esportiva 2015”, de que poderão fazer uso nos meios de comunicação.

Propostas formais deverão ser apresentadas à Coordenadoria de Gestão de Parcerias e Organizações Sociais da Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação até o meio-dia do dia 15 de julho de 2015, quarta-feira. Vão ser analisadas em sessão pública no mesmo dia, mas às 14h. Cada proponente poderá manifestar interesse em copatrocinar o evento oferecendo o valor de patrocínio correspondente a uma das faixas estipuladas.

No ano passado, a prefeitura tentou captar até R$ 12 milhões, e no mínimo cada empresa deveria investir R$ 1 milhão. Marcas de cigarros e de bebidas alcoólicas estão vetadas.

Leia também:
Enem deve tirar da Virada Esportiva de São Paulo fatia do público
Unidades do Sesc-SP também tem programação da Virada Esportiva
Pedalada noturna de 30 km gratuita é uma das atrações da Virada
Virada: recorde mundial de maior scrum de rugby pode ser batido

Deixe seu comentário