São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS

Prefeitura de SP estuda como punir organizadores que cancelem corridas

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade

Circuito Caixa da Cidadania na Vila Maria (Esportividade)

Desde os primeiros meses à frente da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de São Paulo, Jorge Damião defende uma melhor organização do calendário de corridas de rua da cidade. Segundo ele, isso não basta, porém: é necessário que os organizadores não cancelem eventos. O secretário disse ser estudada alguma forma de punição para empresas que cancelarem provas.

Não é de hoje que parte do calendário oficial de eventos com aprovação da secretaria acaba não sendo cumprida. Quando há um agendamento de uma corrida para um dia e um local e um posterior cancelamento, a programação como um todo é afetada, pois a empresa tira a chance de uma concorrente realizar um evento naquele lugar e naquele dia – ou, às vezes, por causa da limitação de eventos por domingo, em qualquer rua da cidade naquela data.

Jorge Damião, secretário de Esportes da cidade de São Paulo (Esportividade)

Damião afirmou ao guia Esportividade querer criar mecanismos a fim de reduzir a incidência de cancelamentos: “Pessoas reservavam datas e, na última hora, cancelavam [o evento]. Vamos fazer um acordo com as empresas para realmente [acontecerem as corridas]. Aqueles que cancelarem vão ter de alguma forma alguma penalidade”.

Uma portaria foi assinada por Damião em abril impedindo que até mesmo o nome da prova seja trocado, mas ele declarou que isso não significa um engessamento: “A ideia não é sermos restritivos: é podermos negociar e trazer o melhor para a cidade. Se assim for, vamos negociar. O que não dá é você fechar uma corrida e, na última hora, resolver não fazer”.

Uma mudança de nome, feita pela SX2 Eventos, aconteceu recentemente: saiu da Corrida de Natal Destak; entrou a Corrida Donas da Rua, realizada em parceria com a Mauricio de Sousa Ao Vivo.

Chegada da etapa de Santana do Circuito Caixa da Cidadania (Esportividade)

Uma das grandes novidades esportivas deste primeiro ano de gestão João Doria, o Circuito Caixa da Cidadania, tem continuidade prevista para 2018. “Já estamos trabalhando para o ano que vem. Para janeiro já esta ok”, disse Damião logo após dar a largada da Bloomberg Square Mile Relay, que contou com o apoio do governo municipal, o qual ajudou a trazê-la para São Paulo.

“Estamos conversando com a Caixa [para manutenção do investimento]”, disse Jorge, que considera o Circuito “um sucesso”. “Não abrimos mão da qualidade. A pessoa que corre sabe porque está correndo, sabe onde e com quem correr. Os equipamentos das grandes corridas precisam ser usados nas mais ‘populares’.” A Iguana Sports coloca o CCC “na rua”.

Parcerias regulamentadas

Neste mês de outubro, a secretaria publicou no Diário Oficial da Cidade de São Paulo um extenso manual que regulamenta parcerias com a pasta. “Uma inovação é a criação da Comissão de Análise Estratégica, que é a responsável por aprovar os projetos de interesse da secretaria”, diz ela.

Leia também:
Circuito Caixa da Cidadania revela calendário do fim da temporada 2017

Deixe seu comentário