São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS

Prefeitura de SP muda mês da Virada Esportiva de 2015 para fugir da chuva

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade
Canoa havaiana na Guarapiranga (Andrei Spinassé/Esportividade)

Canoa havaiana na Guarapiranga (Andrei Spinassé/Esportividade)

A Virada Esportiva de São Paulo mudou de mês em 2015 e será realizada em outubro, e a razão pela qual houve essa alteração foi a chuva. A Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação optou por passá-la de setembro para outubro após o fim de semana chuvoso da oitava edição do evento, em que choveu principalmente na tarde e na noite de sábado – no domingo havia nuvens pesadas no céu da capital paulista. Por causa disso, o público ficou aquém do esperado.

Realmente em setembro de 2014 choveu mais que em outubro de 2014, que foi o terceiro pior mês do ano quando analisado o gráfico de chuva mensal acumulada no mirante de Santana. No entanto, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia, esse cenário foi diferente em 2013, quando em outubro choveu mais que em setembro. Naquele ano, desde os meses de verão não havia tanta precipitação em São Paulo quanto houve em outubro. E, em 2012, setembro foi o segundo pior mês do ano quanto às chuvas, só ficando atrás de agosto.

É difícil (ou impossível), portanto, prever agora se choverá ou não nos dias 24 e 25 de outubro de 2015. “Apostamos na mudança de data para tentar evitar a chuva”, declarou Celso Jatene, secretario de Esportes, Lazer e Recreação. Mesmo em 2013, em que a Virada Esportiva aconteceu nos dias 21 e 22 de setembro, o tempo não estava muito bom na noite de sábado e no domingo. Ventos traziam a São Paulo nuvens carregadas que resultariam no dia mais chuvoso do mês na segunda-feira.

Jatene reiterou a continuidade de filosofia que marca a Virada Esportiva desde 2013, quando assumiu a secretaria: está mais participativa e menos contemplativa.

Na Virada Esportiva o paulistano têm opções esportivas do início da manhã de sábado ao fim da tarde de domingo – inclusive de madrugada. Pode, por exemplo, praticar esportes radicais e aprender novas modalidades, algumas delas até inusitadas. Toda a programação é gratuita ao público em clubes esportivos municipais, parques, CEUs, unidades do Sesc e em “arenas” montadas especialmente para a ocasião.

Leia também:
Enem deve tirar da Virada Esportiva de São Paulo fatia do público
Unidades do Sesc-SP também tem programação da Virada Esportiva
Pedalada noturna de 30 km gratuita é uma das atrações da Virada
Virada: recorde mundial de maior scrum de rugby pode ser batido

Entenda o que é o “mais legal” da Virada Esportiva:
Novas vivências são o forte da Virada Esportiva; madrugada é um ‘detalhe’

Deixe seu comentário