São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Futebol 19/03/2015

São-paulinos dizem por que torcida tricolor não tem ido tanto ao Morumbi

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade
Torcida do São Paulo no Morumbi (Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Torcida do São Paulo no Morumbi (Rubens Chiri/saopaulofc.net)

O São Paulo somente conseguiu encher 40% do estádio do Morumbi em um jogo de Libertadores e contra uma equipe argentina com a qual disputa a vice-liderança do Grupo 2 de 2015. O que acontece com a torcida do clube três vezes campeão continental na competição preferida dela? Os torcedores do time tricolor acreditam ter a ver com os preços dos ingressos, com a equipe que até agora não empolgou e com as disputas políticas.

Os amigos Julio Ferraz e Edmilson Maia foram ao estádio e pagaram R$ 60 – e mais taxa de serviço de R$ 6 para cada bilhete – graças a uma promoção no estilo “um paga, dois vão”. Se eles tivessem comprado ingresso inteiro da Arquibancada Amarela, cada um deles teria gastado R$ 120, valor mínimo cheio para quem queria ver São Paulo x San Lorenzo.

O engenheiro civil Julio reclamou do valor: “Está muito caro. Considerando a economia do país, gastar R$ 120 [ou mais] para ver duas horas de jogo não dá”. Edmilson concorda com o amigo: “Esse preço é para final, e o time não ajuda em campo”.

Julio disse não ligar para o fato de o Morumbi já não ser mais aquele estádio moderno, mas pede melhor futebol: “Para mim não precisa ter cobertura: precisa de futebol para encher estádio. Quem vai ao bar tomar cerveja quer cerveja gelada, não toalha bordada”. Ele contou ter ido a quase todos os jogos caseiros da vitoriosa campanha da Libertadores-2005, mas não ter conseguido ingresso para a final contra o Atlético-PR.

A situação política também chama a atenção de Edmilson: “O São Paulo tem se exposto mais com piada na mídia do que com o futebol. O clube não tem plano, patrocínio, o presidente pelo que parece não está fechado com o time. A torcida não comparece. Perde duas vezes para o Corinthians e complica”.

Os ingressos de arquibancada para sócios-torcedores custaram R$ 40, mas o programa são-paulino ainda é tímido e, no ranking brasileiro, está na oitava posição em número de associados – pouco mais de 53 mil. O Palmeiras, vice-líder, já tem quase 103 mil Avantis.

Os planos do Sócio Torcedor custam de R$ 12 a R$ 100 mensais. Mas o mais barato só dá direito à compra antecipada de ingressos. Os que assinam o de R$ 30 e o de R$ 100 puderam pagar R$ 40 em ingresso de arquibancada para o jogo de quarta-feira (18).

O São Paulo colocou 26.236 pessoas no Morumbi (26.176 delas pagantes) na vitória por 1 a 0 sobre o San Lorenzo (gol de Michel Bastos aos 44 minutos do segundo tempo), o que foi seu maior público de 2015. Mas ainda está longe da carga total de bilhetes que pode ser colocada à venda, 64.648. Mesmo assim obteve R$ 1.599.849,20, ou seja, cerca de R$ 61 por pagante.

Deixe seu comentário