São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Corrida de rua 08/04/2019

Sem horário de verão, São Silvestre-2019 deve ser ainda mais quente

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade

Viaduto Orlando Murgel durante a 94ª São Silvestre (Esportividade)

Se for mantida a suspensão do horário de verão e se a organização da Corrida Internacional de São Silvestre não alterar a programação da 95ª edição, será grande a chance de os participantes da prova de rua mais tradicional do Brasil enfrentarem mais calor que nas edições anteriores.

Nos mais recentes anos, a largada dos homens da elite e dos atletas amadores foi autorizada às 9h do horário de verão, isto é, às 8h do “horário real” – sempre em 31 de dezembro.

Caso a Fundação Cásper Líbero e sua parceira, a TV Globo, mantenham o início às 9h e não haja mesmo o horário de verão na temporada 2019/2020, os participantes deverão ter uma prova mais quente, já que a tendência é a de que, quanto mais tarde a corrida de rua começar – ainda no período matutino –, mais calor faça durante ela.

É claro que, mesmo no verão, há dias que não são assim, mas, na maioria das vezes, é dessa forma que acontece.

Corredores avistam pórtico de chegada (Esportividade)

Na sexta-feira (05/04), o Ministério de Minas e Energia recomendou ao presidente Jair Bolsonaro a “suspensão do horário de verão em todo o território nacional”, pois “deixou de produzir os resultados para os quais essa política pública foi formulada”.

Em sua conta no Twitter, Bolsonaro escreveu: “Após estudos técnicos que apontam para a eliminação dos benefícios por conta de fatores como iluminação mais eficiente, evolução das posses, aumento do consumo de energia e mudança de hábitos da população, decidimos que não haverá horário de verão na temporada 2019/2020”.

As inscrições para a 95ª edição da São Silvestre deverão ser abertas no meio do ano. Custaram R$ 185 no ano passado, quando fez calor e até o vencedor, o etíope Belay Bezabh, passou mal e ficou horas no hospital.

Comentários


  • Silvia Barbeiro Marastoni disse:

    1 hora não vai fazer diferença nenhuma na São Silvestre. Participo a anos desta corrida, na verdade o horário desta corrida é um absurdo, em pleno verão, ninguém merece correr as 9h da manhã.
    Nós corremos porque amamos correr, mas garanto que se a largado fosse entre 6:30h e 7h, seria muito menos sofrido!

  • Carlito de souza matos disse:

    Um absurdo o que a Rede Globo faz com os atletas ,seria interessante um boicote ou uma manifestação por parte de todos os envolvidos,pelo que sei tem um regulamento ,como que a Corrida Sargento Gonzaguinha que tem a mesma distância e tem horario diferenciado e largando as 6:30 da manhã consegue cumprir o regulanento?Seria de ordem financeiro ou seja quem tem mais faz o que quer,im absurdo!

  • RICARDO disse:

    Quem decide o horário é a emissora de TV.

  • Carlos Viana de Lima disse:

    fora horário de verão NM

  • O ideal seria a prova começar por volta das 7/7:30 da manhã..por ser uma prova longa e as pessoas “normais” demorando um pouco, sempre se sofre com o calor…ano passado corri em praticamente 1:50 e fui para casa passando muito mal….

  • Wagner Teixeira de Deus disse:

    Ano passado não foi possível participar . Este ano estarei presente até completar a a corrida 100 com 73 anos. Disposição não falta.

  • Eliana Guimarães Castro disse:

    O ideal que a corrida tivesse largada as 7h, já que estaremos em pleno verão!!! Seria uma forma de tornar o evento mais prazeroso e com menos riscos de atletas passarem mal.

  • Ricardo Sato disse:

    Favor avisar das inscrições, obrigado

  • Deixe seu comentário