Guia de São Paulo - região metropolitana

Fechar

Nome

Modalidade

Localidade

Proximidade

Insira um CEP. Exemplo: 01310-000

Data

Intervalo de datas

Exemplo: 01/01/2013

Evento para

Gratuito

 

Evento para


Acontece na cidade

Cidade de São Paulo 20/06/2017

Virada Esportiva-17 terá dinheiro privado; patrocínios são contrapartida

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade
Compartilhar
Tirolesa no Vale do Anhangabaú, a partir do viaduto do Chá, em 2016 (Esportividade)

Tirolesa no Vale do Anhangabaú, a partir do viaduto do Chá, em 2016 (Esportividade)

Reportagem atualizada às 9h19 de 20 de julho. O teto de recursos disponibilizados pela Secretaria Municipal de Esportes e Lazer para execução da Virada Esportiva, mediante celebração de parcerias, será de R$ 3 milhões, sendo o teto por entidade de R$ 650 mil. O exato valor a ser repassado para cada entidade será definido no termo de parceria.

A nova cara da Virada Esportiva da cidade de São Paulo foi revelada nesta terça-feira, 20 de junho de 2017, no Diário Oficial municipal. É diferente das dez primeiras edições e vai ser feita nos dias 23 e 24 de setembro com a ajuda de recursos da iniciativa privada, mas ela ainda será coordenada e aprovada pela Secretaria de Esportes e Lazer.

“O evento buscará propiciar aos interessados novas experiências por meio da prática de várias modalidades e atividades esportivas, de forma participativa e inclusiva, assim como ele vai buscar divulgar amplamente os locais onde os munícipes podem praticar tais atividades na cidade de São Paulo, ajudando, por conseguinte, no atingimento da meta de aumentar em 10% a taxa de atividade física da população da cidade”, diz o edital.

As empresas com projetos aprovados serão parceiras da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, para quem deverão detalhar os custos de execução. O valor a ser despendido servirá de base para a definição da ativação de marca a que fará jus o patrocinador durante a Virada Esportiva.

Red Bull na Selva de Pedra (Andrei Spinassé/Esportividade)

Red Bull na Selva de Pedra (Andrei Spinassé/Esportividade)

Foram estabelecidas cinco “faixas de contrapartidas monetárias” para patrocínios, de R$ 100 mil (a primeira) a R$ 1 milhão ou valor superior (a quinta). As ações de marketing e ativação de marca devem estar descritas no projeto enviado à secretaria, mas os custos para a sua realização, que ficarão a cargo do proponente, não serão computados para fins de definição do valor total do patrocínio.

Os proponentes serão escolhidos pela comissão organizadora da Virada Esportiva de acordo com o valor econômico da proposta, a “vantajosidade” para a administração pública municipal paulistana, a compatibilidade entre a proposta e o escopo da Virada de 2017 e a qualidade técnica, por exemplo.

Bungee jumping e queda livre no Centro Esportivo Tietê (Esportividade)

Bungee jumping e queda livre no Centro Esportivo Tietê (Esportividade)

Já foram definidos os locais das atividades da Virada Esportiva de 2017, a 11ª edição do evento. Também estão pré-estabelecidos os tipos de projetos que se espera para cada um deles. Confira-os:

“Arenas”

  • Parque Praia do Sol (equipamentos aquáticos, clínicas aquáticas, clínicas de esportes diversos)
  • Autódromo e kartódromo de Interlagos (kart e/ou oficina de carrinho de rolimã, “circuito da família”, aulas abertas diversas, atividades noturnas que envolvam dança, esporte e música)
  • Vale do Anhangabaú (esportes radicais, equipamentos diversos, clínicas de esportes adaptados e paraolímpicos, atividades noturnas com dança, esporte e música)
  • Parque do Carmo (“circuito da família”, aulas abertas)
  • Parque da Juventude (radicais, “circuito da família”, aulas abertas, clínicas de esportes adaptados e paraolímpicos)
  • Parque Chácara do Jockey (modalidades radicais, equipamentos diversos, clínicas de esportes adaptados e paraolímpicos)
  • Memorial da América Latina (esportes digitais/eletrônicos interativos, clínicas de esportes adaptados e paraolímpicos)

“Polos”

  • Parque da Independência (radicais)
  • Centro de Esportes Radicais (radicais)
  • Ceret (equipamentos aquáticos, clínicas aquáticas, aulas abertas, clínicas de esportes adaptados e paraolímpicos, clínicas de esportes diversos)
  • Centro Esportivo Tietê (aulas abertas, clínicas de esportes adaptados e paraolímpicos, clínicas de esportes diversos)
  • Parque Zilda Natel (atividades noturnas que envolvam dança, esporte e música)
  • Clube Esportivo Náutico Guarapiranga (equipamentos aquáticos, clínicas aquáticas, clínicas de esportes diversos)
  • Estádio do Pacaembu (clínicas de esportes diversos, atividades noturnas que envolvam dança, esporte e música)

Leia também:
Corrida de revezamento de 24 horas deve integrar Virada Esportiva-2017

Compartilhar

Deixe seu comentário

Current day month [email protected] *