São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Corrida de rua 08/03/2018

Yescom adota sistema de segurança em número de peito para coibir fraudadores

Por Esportividade

Luz negra aplicada sobre número (Yescom)

O combate às fraudes nas corridas de rua chegou aos números de peito. Depois do episódio da “clonagem” visto na São Silvestre-2017, a Yescom decidiu adotar outra medida em sua primeira grande prova de 2018, a Meia Maratona Internacional de São Paulo deste domingo (11). Haverá fiscalização com luz negra antes da entrada dos corredores no funil de largada, na praça Charles Miller.

Se o número for verdadeiro e único, aparecerá nele a mensagem “original Yescom” quando exposto à luz negra. Se for copiado, nada acontecerá, e a pessoa não será autorizada a largar.

Número sem exposição à luz negra (Yescom)

“Serão repetidas na meia deste domingo ações como o controle de acesso em cada setor, a filmagem na chegada, o monitoramento e os avisos nos postos de hidratação”, afirmou a assessoria de imprensa da empresa, que promete mais novidades para sua maratona paulistana, prevista para 8 de abril.

Mudanças no percurso

Largada da Meia-2017 (Léo Shibuya/MBraga Comunicação)

A 12ª edição do evento sofreu alterações: seu percurso ficou mais linear e, dessa forma, mais rápido. “Pensando em como tornar o evento ainda mais agradável para os corredores, a organização da prova retirou nada menos que 14 curvas em relação ao percurso anterior [2017], o que possibilitará uma disputa técnica, mas mais rápida e gostosa”, disse a Yescom.

Retirada de kit

A entrega do kit será feita nos dias 8 e 9 de março, da 11h às 20h, e em 10 de março, das 11h às 17h, na loja Centauro do shopping Bourbon, na rua Palestra Itália, 500, perto do Allianz Parque.

Museu do Futebol

Uma parceria proporcionará aos inscritos a chance de conhecer ou rever, de graça, o Museu do Futebol,  no estádio do Pacaembu, no mesmo dia da corrida, 11 de março, das 9h às 17h.

Para acessarem o Museu do Futebol, o corredores deverão apresentar o número de peito; assim, vão curtir todas as atrações que são gratuitas. Lá vai estar exposta a taça do Campeonato Paulista de futebol de 2018.

Comentários


  • Deveria ter uma cor por faixa etária e o chip colado no número o corredor tem que ter quase 100 por cento de distância percorrido

  • Luiz Fernando Pacheco disse:

    Mais uma ótima notícia para um controle mais efetivo nas corridas de rua no Brasil, infelizmente um “mal necessário” tendo em vista as recentes atitudes dos “pipocas”/”bandidos”. Gostaria que houvesse mais staff para o controle de acesso, de forma a evitar gargalos e atrasos na entrada dos atletas em suas baias (o que já vi ocasionar muita correria, empurra e gente pulando as grades). Outra forma de controle interessante seria o número de peito com cor diferente de acordo com o sexo do inscrito, e que o chip já viesse integrado ao mesmo! Parabéns à organizadora pelas medidas, torcemos para que a prova ocorra sem grandes transtornos aos regularmente inscritos e que os preços não subam de maneira exorbitante!

    • Esportividade disse:

      Sim, Luiz, fiquemos atentos aos preços. É certo que a cada medida dessas gasta-se mais, mas não sabemos quanto mais. Nas inscrições de 2019 saberemos. Obrigado!

  • Deixe seu comentário