São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Estabelecimentos 27/08/2014

Brasil tende a se tornar o país com o maior número de academias em breve

Por Esportividade
Área de musculação (Ines Hegedus-Garcia)

Área de musculação (Ines Hegedus-Garcia)

Um levantamento do Sebrae indica uma tendência que, se for mantida, vai fazer o Brasil assumir a primeira posição do ranking mundial de número de academias. Atualmente, o país só tem menos empresas nesse segmento que os Estados Unidos, mas, enquanto a quantidade de empreendimentos norte-americanos é praticamente estável há três anos (cresceu apenas 0,7% de 2009 a 2012), o número de empresas do tipo no Brasil aumentou 29% no mesmo período.

O Brasil, segundo o Sebrae, tem uma proporção per capita de academias superior à norte-americana. Nos Estados Unidos há um estabelecimento para cada 10,5 mil norte-americanos; já aqui no Brasil essa proporção é de uma academia para cada 9,1 mil pessoas. Em números absolutos, os EUA contam com 29.960 empreendimentos, e são 21.760 os negócios brasileiros.

Um diagnóstico sobre o setor feito pelo Sebrae revela que as 21.760 academias brasileiras têm 2,8 milhões de alunos matriculados. O segmento gera aproximadamente 317 mil empregos formais para profissionais de educação física e movimenta cerca de R$ 2,45 bilhões por ano.

O crescimento de 29% em três anos representou a criação de 4.948 novos negócios no período. O presidente do Sebrae Nacional, Luiz Barretto, analisa que “o setor não está tão vulnerável às oscilações da macroeconomia graças a vários fatores, como a popularização da prática de esportes, a cultura brasileira que valoriza a boa aparência e forma física, o aumento da expectativa de vida da população e a nova composição de classes socioeconômicas no país”.

Mas ainda existe muito espaço para crescimento de receitas, já que o Brasil está apenas em décimo lugar nesse aspecto do ranking mundial.

Das 21.760 academias do país, 99,75% são micro ou pequenas empresas. De 2010 a 2013, foram realizados pelo Sebrae quase 21 mil atendimentos para 10.925 empresas. “O segmento de academias ainda atende apenas 1,4% da população brasileira, o que mostra um grande potencial de mercado. Porém, para isso, as academias precisam se profissionalizar”, afirmou  Luiz Barretto.

Estado de São Paulo na dianteira

Um total de 68% (14.805) das empresas desse setor no país estão concentradas em seis Estados, sendo três do Sudeste (São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro), dois do Sul (Rio Grande do Sul e Paraná) e um do Nordeste (Bahia).

São Paulo é o campeão nacional em número de academias, possuindo com 6.349 empreendimentos; na região Sudeste, chama atenção o fato de Minas Gerais ter um número de empresas maior que o Rio de Janeiro – 2.294 contra 1.969, respectivamente.

Dicas para você que vai à academia:
Bikes e esteiras estão ocupadas? Simulador de escada é uma alternativa
Ortopedista explica as lesões mais comuns de quem pratica musculação
Confira quais características os tênis devem ter para a prática de esporte
Fortaleça as panturrilhas e minimize o risco de se lesionar em corridas
Corredor deve priorizar treinos de musculação que sejam de resistência

Deixe seu comentário


Enviando esse comentário estou ciente da política de privacidade deste SITE JORNALÍSTICO.