São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Corrida de rua 09/03/2016

Circuito ParaTodos: quase R$ 9 mi podem ser captados pela organização

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade
Etapa da Lapa (São Paulo do Circuito ParaTodos-2015 (Ativo)

Etapa da Lapa (São Paulo) do Circuito ParaTodos-2015 (Ativo)

Estão previstas quatro etapas paulistanas do Circuito ParaTodos-2016, todas elas a serem realizadas no segundo semestre deste ano. As datas informadas pela Norte Marketing Esportivo são as seguintes: 17 de julho, 18 de setembro, 16 de outubro e 27 de novembro. A principal característica do ParaTodos é o baixo custo de inscrição, R$ 20 – e quem a faz pela internet paga uma taxa de serviço do site Ativo. Cerca de 5 km serão percorridos pelos participantes em cada corrida.

Há um patrocinador máster por etapa. Duas da cidade de São Paulo vão ser patrocinadas pelo BB Mapfre; uma, pela Pernambucanas; outra, pelo Banco Votorantim.

A Cooper está autorizada pelo Ministério do Esporte a captar R$ 8.990.881,38 nesta temporada do ParaTodos por meio de Lei de Incentivo ao Esporte. Já conseguiu desse total R$ 4.098.751,04. A Pernambucanas, por exemplo, destinará R$ 320.500, valor que, de qualquer forma, teria de gastar – iria para o pagamento de Imposto de Renda caso não quisesse patrocinar o evento.

O projeto aprovado pelo Ministério do Esporte contempla 15 etapas. As outras cidades envolvidas, segundo o que foi apresentado ao ME, são Goiânia, Rio de Janeiro (duas etapas), Brasilia, Salvador (2), Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, Londrina e Belo Horizonte. Espera-se que, no total, 45 mil pessoas participem dos eventos, média de 3 mil por prova.

Se for dividido o valor do teto de captação pelo total de atletas, o resultado será R$ 199,79. Segundo o projeto aprovado pelo Ministério do Esporte, 37.500 inscrições terão o valor simbólico de R$ 20, e outras 7.500 serão distribuídas gratuitamente para a secretaria de Esporte das prefeituras de cada local de realização.

“Os recursos arrecadados com inscrições [total: R$ 750 mil] serão revertidos para cobrir despesas operacionais não contempladas no valor pleiteado para efeito da lei 11.438/06, como hospedagem e alimentação de 13 pessoas (10 coordenadores e três diretores), ajuda de custo para o staff, hidratação dos atletas”, afirma Henrique Cesar del Bem, da Cooper, no projeto apresentado.

Por etapa, serão recrutados 40 voluntários. “O staff não é remunerado. Além da uniformização, recebem R$ 80 de ajuda de custo, valor justo e necessário para cobrir suas despesas de transporte e alimentação. Esses custos serão cobertos com recursos das inscrições.” Estas ainda não estão abertas.

Você mesmo pode consultar o site do Ministério do Esporte (clique aqui) e descobrir quais empresas patrocinam o Circuito ParaTodos e quanto cada uma destina a ele. Basta digitar “Cooper” no campo proponente.

A Lei de Incentivo ao Esporte (nº 11.438, de 29 de dezembro de 2006) define assim patrocínio: “Transferência gratuita, em caráter definitivo, ao proponente para a realização de projetos desportivos e paradesportivos, com finalidade promocional e institucional de publicidade; cobertura de gastos ou a utilização de bens, móveis ou imóveis, do patrocinador, sem transferência de domínio, para a realização de projetos desportivos e paradesportivos pelo proponente”.

Leia também:
Descubra como é possível a Night Run Twist custar menos de R$ 30 ao atleta

Deixe seu comentário


Enviando esse comentário estou ciente da política de privacidade deste SITE JORNALÍSTICO.