São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Ciclismo 26/01/2015

Com paradas em excesso, ‘pedalada’ frustra quem esperava manter ritmo

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade
Ciclistas se alinham para volta do passeio após parada no CE Tietê (Esportividade)

Ciclistas se alinham para volta do passeio após parada no CE Tietê (Esportividade)

A “Pedalada de Aniversário – São Paulo 461 anos” foi um bom entretenimento para o paulistano na manhã de 25 de janeiro de 2014, mas frustrou aqueles que queriam manter um ritmo. Por causa da reduzida equipe da Companhia de Engenharia de Tráfego mobilizada para o passeio ciclístico, iniciado na avenida Paulista, diante do Masp, houve algumas paradas não programadas ao longo dos 15,8 km, especialmente na avenida Sumaré, onde os motociclistas da CET tiveram de ir rapidamente de um cruzamento a outro para fazer bloqueio. Enquanto a operação não era concluída os 5 mil ciclistas precisavam aguardar parados.

Somente a partir de um pouco antes do estádio palmeirense Allianz Parque, na zona oeste, o passeio começou a transcorrer mais normalmente. A parada programada no Centro Esportivo Tietê, zona central, aconteceu após cerca de 1h25min de evento e 13,2 km percorridos. Depois dela, os ciclistas se dirigiram ao Vale do Anhangabaú, onde ocorreu a chegada.

A velocidade média até o CE Tietê foi de aproximadamente 9,3 km/h, ou seja, mais baixa que a de um corredor de rua mediano. Na avenida Olavo Fontoura, na zona norte de São Paulo, foi possível atingir 14 km/h.

O passeio ciclístico era gratuito. Os interessados se inscreveram pela internet e retiraram kit, com camiseta e número de peito, no dia anterior, sábado (24), no CE Tietê. O evento foi promovido pela Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação (Seme).

Deixe seu comentário


Enviando esse comentário estou ciente da política de privacidade deste SITE JORNALÍSTICO.