São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS

E-Virada Esportiva, de ‘videogame’, usa verba que seria de fomento ao esporte

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade

Praticante de eSports (RODNAE Productions/Pexels)

Um remanejamento orçamental dentro da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de São Paulo fará recursos reservados inicialmente ao “fomento ao esporte” serem destinados à realização da primeira edição da e-Virada Esportiva, evento de eSports previsto para o período de 6 de novembro a 4 de dezembro de 2021. Um edital de chamamento público para a celebração de uma parceira com uma única empresa foi publicado no sábado, 4 de setembro de 2021, no Diário Oficial municipal.

Segundo o DOCSP, os R$ 5 milhões reservados a isso foram tirados, com aval do prefeito Ricardo Nunes, da dotação “fomento ao esporte”, que neste ano de 2021 é de R$ 20.742.738, isto é, 24% desse valor vai ser gasto em um evento de jogos eletrônicos.

No edital, a pasta afirma que se trata do “auge da celebração do fenômeno esportivo digital na cidade de São Paulo”. Diz ainda: “A e-Virada Esportiva visa oferecer à população uma programação de eventos prioritariamente participativos, de atividades de esportes eletrônicos, em um ambiente digital aberto a todos que queiram participar dela, sem a cobrança de quaisquer valores dos participantes e sem a venda de ingressos ao público, sendo presenciais a abertura e o encerramento do evento, com transmissão online”.

Os games da e-Virada ainda não foram definidos. Caberá às organizações da sociedade civil interessadas a apresentação de propostas, mas um tem de ser para computadores e outro, para celulares.

Em contrapartida, não há publicações sobre a Virada Esportiva tradicional de 2021. Era evidente que, no ano passado, não poderia acontecer devido à pandemia de covid-19, mas a secretaria levou o processo seletivo de entidades parceiras às fases finais — até já tinha divulgado uma lista com os projetos escolhidos. Ela havia reservado R$ 3 milhões para o evento que seria em dezembro de 2020, que, é óbvio, teve de ser cancelado — cancelamento que veio quando as entidades já se preparavam para executar as atividades propostas.

Deixe seu comentário


Enviando esse comentário estou ciente da política de privacidade deste site jornalístico.