São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Corrida de rua 14/03/2016

Gillette Body Running Experience: atletas ficam às escuras na marginal

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade
Gillette Body Running Experience na ponte estaiada da marginal Pinheiros (Iguana)

Gillette Body Running Experience na ponte estaiada da marginal Pinheiros (Iguana)

Um contraste marcou a primeira edição paulistana da Gillette Body Running Experience, a segunda da história, já que a inaugural aconteceu no Rio de Janeiro. Por um lado, a ponte estaiada da marginal do Pinheiros, onde foi montado o pórtico de largada e chegada, estava muito bem iluminada – até mais que normalmente, porque a organização da prova colocou luzes verdes, uma referência à cor do evento e do produto da Procter & Gamble. Por outro, quem correu 10 km enfrentou uma parte da pista expressa sem iluminação em 12 de março de 2016.

Por causa das obras do complexo viário Chucri Zaidan no canteiro central da avenida das Nações Unidas, um trecho considerável após a estação Granja Julieta da CPTM estava às escuras. Só passaram por isso os atletas dos 10 km, porque os dos 5 km fizeram retorno antes de a escuridão chegar.

Trecho da marginal do rio Pinheiros em que não havia escuridão (Iguana)

Trecho da marginal do rio Pinheiros em que não havia escuridão (Iguana)

A reportagem do Esportividade presenciou uma queda de uma corredora na parte escura. A escuridão ampliou o desafio dos atletas, que tiveram de ficar mais atentos ao que se passava ao redor para não tropeçar. Não havia sido distribuída pelo evento nenhuma forma de iluminação artificial aos inscritos. Em outras corridas noturnas, são dados braceletes iluminados, luzes para serem presas aos tênis ou headlamps – “lâmpadas de cabeça”.

Banheiros químicos e guarda-volumes foram instalados no pé da ponte, ao fim da avenida Jornalista Roberto Marinho. O resto da estrutura foi armado em cima da estaiada, o que gerou congestionamento de atletas pós-prova por causa do estreito corredor de saída.

Percurso de 10 km da prova da Gillette (RunKeeper)

Percurso de 10 km da prova da Gillette (RunKeeper)

No entanto, os quase 6 mil participantes tiveram uma experiência singular em 12 de março de 2016: não é todo dia, longe disso, que se pode correr à noite na marginal do Pinheiros com toda a segurança de uma prova.

A tecnologia utilizada pela Iguana Sports também é rara: números de peito com chip acoplado, segundo tapete de cronometragem para conferência de passagens e divulgação rápida de resultados, incluindo mensagem de texto enviada aos inscritos minutos após a chegada.

Deixe seu comentário


Enviando esse comentário estou ciente da política de privacidade deste SITE JORNALÍSTICO.