São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Automobilismo 18/06/2021

Ingressos para GP de São Paulo de Fórmula 1 vão à venda; confira os preços

Por Esportividade

Grande de São Paulo de Fórmula 1 (Beto Issa/Divulgação)

Observação (feita às 9h de 2 de setembro de 2021): a venda de ingressos para o GP de São Paulo de Fórmula 1 será retomada às 12h de 3 de setembro, sexta-feira, e será feita por meio do site da Eventim (clique aqui).

Observação (feita às 9h43 de 28 de agosto de 2021): o GP de São Paulo de Fórmula 1 mudou de data: para os dias 12, 13 e 14 de novembro de 2021.

Os ingressos para o Grande Prêmio de São Paulo de Fórmula 1, o antigo GP do Brasil, começam a ser vendidos nesta sexta-feira, dia 18 de junho de 2021, e a grande surpresa é que os preços não aumentaram tanto quanto se esperava, já que, entre 2019 e 2021, houve uma acentuada alta do dólar no país. Os setores de entrada mais barata, o G e o Q, tiveram a inteira indo a R$ 650, isto é, R$ 40 a mais que em 2019, ano da mais recente passagem da categoria pela cidade.

Apesar da abertura da comercialização, ainda não se pode dizer com certeza que o evento ocorrerá de 12 a 14 de novembro de 2021, uma vez que a pandemia de covid-19 é ainda enfrentada. Por mais que a vacinação avance no Brasil até o período da corrida, ainda poderão existir barreiras sanitárias de países-chave para a F-1, como a Inglaterra, as quais inviabilizariam a vinda de pilotos e equipes à capital paulista.

De qualquer forma, a venda de ingressos tem início previsto para as 19h desta sexta-feira (18) e será feita pela Eventim (clique aqui). “Aproveite sua vantagem desta pré-venda: os ingressos são limitados. Neste ano de 2021, a capacidade dos setores do autódromo de Interlagos será reduzida para a segurança de todos”, diz a organização, que, confiando na imunização, ainda espera poder ter casa cheia – trabalha com, inicialmente, 40 mil pessoas por dia.

Quem não recebeu código de acesso à pré-venda (enviado por e-mail a compradores de ingresso de outras edições) poderá adquirir seus bilhetes a partir das 19h de 22 de junho, terça-feira, mediante cadastro prévio (clique aqui).

Novo contrato, novo nome

Grid da Fórmula 1 em Interlagos (Beto Issa/Divulgação)

O evento passa a ser promovido pela Brasil Motorsport, empresa detida por entidades de investimento controladas pela Mubadala, estatal de investimento sediada em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. O chefe local da empreitada é Alan Adler, CEO da IMM, organizadora, por exemplo, do Rio Open de tênis.

O nome da etapa foi alterado para 2021: com um novo contrato vigente, que garante a cidade no calendário da categoria até 2025, o “Brasil” dá lugar a “São Paulo”, e a prefeitura paulistana é a responsável pelo pagamento da taxa (segundo o blog Olhar Olímpico, serão 25 milhões de dólares por ano) para a capital paulista sediar a corrida e pela contratação da Brasil Motorsport, uma exigência da gestão da F-1 (por 20 milhões de reais por ano).

Arquibancadas de Interlagos (Divulgação)

Setores e valores (ingressos para os três dias):
Setor G: R$ 650 (meia-entrada: R$ 325)
Setor Q: R$ 650 (meia-entrada: R$ 325)
Setor A: R$ 920 (meia-entrada: R$ 460)
Setor R*: R$ 1.170 (meia-entrada: R$ 585)
Setor H*: R$ 1.580 (meia-entrada: R$ 790)
Setor M*: R$ 1.980 (meia-entrada: R$ 990)
Setor B**: R$ 3.280

* Arquibancada coberta
** Arquibancada coberta e alimentação inclusa

Setores VIP:
Orange Tree Club: R$ 5.300
Grand Prix Club: R$ 12.800

“Caso venha a ser limitado o acesso de público por razões sanitárias, será mantida a venda dos ingressos para o Grande Prêmio de São Paulo de 2021 que estiverem dentro dos limites autorizados e será respeitada a ordem cronológica de compra. Os ingressos já vendidos que excederem o limite permitido serão substituídos por outros que darão acesso ao GP de 2022”, afirma a Brasil Motorsport.

Deixe seu comentário


Enviando esse comentário estou ciente da política de privacidade deste site jornalístico.