São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Futebol 20/05/2014

Jogo Corinthians x Cruzeiro torna-se mais um evento-teste do Itaquerão

Por Esportividade
Arena Corinthians (Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians)

Arena Corinthians (Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians)

Nota disponível no site corintiano: na manhã desta quarta-feira (21), Sport Club Corinthians Paulista, Fifa, Prefeitura de São Paulo e Governo do Estado de São Paulo entraram em consenso, e a partida entre Corinthians e Cruzeiro não acontecerá mais na Arena Corinthians no dia 29 de maio, às 16h, por conta dos transtornos que a partida, no horário e nos moldes em questão, poderia trazer à cidade. O Corinthians solicitará à CBF ainda nesta quarta-feira, por meio de ofício, que o jogo volte a acontecer no dia 28, às 22h, no estádio do Canindé.

O Corinthians e a Confederação Brasileira de Futebol confirmaram a realização da partida contra o Cruzeiro na Arena Corinthians, o que se torna, então, o segundo evento-teste de peso do Itaquerão. No primeiro, em 18 de maio, o Corinthians foi derrotado pelo Figueirense por 1 a 0, jogo visto no local por 36.694 pessoas. Não houve capacidade máxima porque as arquibancadas temporárias, os setores norte e sul superiores, não haviam sido liberados por não estarem finalizados.

O duelo Corinthians x Cruzeiro inicialmente ocorreria no estádio do Canindé na noite de 28 de maio, mas foi adiado para às 16h de 29 de maio, quinta-feira. É uma exceção, pois o Itaquerão já deveria estar sob os cuidados da Fifa na próxima semana, mas se mostrou necessária a realização de outro teste.

No Canindé o Corinthians enfrentará nesta quarta-feira o Atlético-PR, e os ingressos estão à venda. O Sport será o adversário corintiano na sétima rodada do Campeonato Brasileiro de 2014, no domingo, na Ilha do Retiro.

Mais informações sobre Corinthians x Cruzeiro serão divulgadas em breve.

Ingressos

Em Corinthians x Figueirense, os membros do Fiel Torcedor esgotaram os ingressos no próprio dia da abertura das vendas (13 de maio de 2014), que foram feitas somente pela internet. Não houve sequer comercialização para quem não faz parte do programa. O preço mínimo inteiro, sem descontos, era R$ 50; o máximo, R$ 400.

Deixe seu comentário


Enviando esse comentário estou ciente da política de privacidade deste SITE JORNALÍSTICO.