São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Corrida de rua 31/12/2020

Mesmo sem Corrida de São Silvestre em 31 de dezembro, atletas ‘fazem’ prova

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade

Corredores sobem a Brigadeiro em 31/12/2020 (Esportividade)

Nem parecia 31 de dezembro: pela primeira vez em mais de 90 anos, o último dia do ano não foi o da Corrida Internacional de São Silvestre, que começou a ser disputada em 1925 e, por causa da pandemia de covid-19, não pôde acontecer em 2020. Também não era, entretanto, um dia normal na avenida Brigadeiro Luís Antônio: a longa subida era percorrida por alguns corredores amadores cujo objetivo era vencer o desafio mesmo sem estarem em uma prova.

Não necessariamente cada pessoa completou o percurso de 15 km que seria o da São Silvestre; alguns optaram por uma versão encurtada; outros, prolongada. O que havia em comum eram dois pontos: a Brigadeiro e o número 900 da avenida Paulista, lugar de chegada.

Espírito esportivo da São Silvestre mesmo em um dia 31/12 sem ela (Esportividade)

Uma dupla de atletas de Aracaju compareceu à avenida Paulista segurando uma faixa referente à capital sergipana, ato bastante comum na mais tradicional prova pedestre brasileira. Deu para sentir, então, um gostinho da São Silvestre, mas, é claro, muito aquém do que realmente é.

A Fundação Cásper Líbero, detentora dos direitos da corrida, e a Yescom, empresa organizadora, abriram inscrições para a 96ª edição justamente neste dia 31 de dezembro. Como ainda existem muitas incertezas sobre como estarão as condições sanitárias em 11 de julho, data atual, existe a possibilidade de um novo adiamento, agora para daqui a um ano, 31 de dezembro de 2021. Nesta quinta-feira (31), às 18h, a TV Gazeta exibirá um documentário sobre a história da prova.

Deixe seu comentário