São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Futebol 11/06/2021

Museu do Futebol conta história de Barbosa para fazer refletir sobre racismo

Por Esportividade

Museu do Futebol, em São Paulo (Esportividade)

O Museu do Futebol aborda a trajetória de Moacyr Barbosa, goleiro vice-campeão mundial com a seleção brasileira masculina, a partir do dia 19 de junho de 2021. O atleta acabou carregando, para além de 1950, o peso da derrota da equipe da casa diante do Uruguai, e a exposição faz o visitante refletir sobre o que (e por que) aconteceu.

“Com o auxílio das lembranças e do acervo preservados por Tereza Borba, filha adotiva, os curadores de ‘Tempo de Reação – 100 anos do goleiro Barbosa’ problematizam a narrativa hegemônica da responsabilização do goleiro pelo ‘Maracanazo’. A partir daí, discutem-se também as consequências dessa narrativa para a história do futebol e a trajetória do próprio Barbosa, evidências do racismo que estrutura futebol e sociedade brasileira”, explica o Museu do Futebol.

“As reflexões e os debates propostos pela mostra convidam o público a agir para mudar essa estrutura, pois o ‘tempo de reação’ ao racismo é agora.”

“Tempo de reação” tem, dessa forma, dois sentidos: além de ter a ver com o reflexo dos goleiros, é uma expressão que faz referência ao fato de que “a hora é agora” para dizer não ao racismo. A mostra, segundo o Museu do Futebol, aprofunda a agenda antirracista – assumida pela instituição desde sua fundação, em 2008 – que ficou ainda mais relevante depois dos acontecimentos de 2020, como o movimento Vidas Negras Importam.

A exposição reúne extensa pesquisa feita a partir de entrevistas, de conteúdo do Centro de Memória do Vasco e do acervo pessoal da família Barbosa. A partir de fotos da carreira de Barbosa e áudios de entrevistas que ele concedeu ao longo da carreira, um vídeo exclusivo revisita a carreira do atleta, com comentários do ex-goleiro Aranha.

O Museu do Futebol, localizado no estádio do Pacaembu, fica aberto de terça-feira a domingo, das 11h às 18h, mas com entrada até as 17h. Os ingressos (clique aqui) custam R$ 20, e às terças-feiras todos têm direito à entrada gratuita (mediante obtenção de ingresso on-line).

Deixe seu comentário


Enviando esse comentário estou ciente da política de privacidade deste site jornalístico.