São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Corrida de rua 16/09/2021

Na Meia de SP-2022, além de se vacinar, é preciso testar negativo para covid-19

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade

Meia Maratona Internacional de SP na praça Charles Miller (Yescom/Divulgação)

Observação (feita às 20h58 de 15 de outubro de 2021): caso as autoridades sanitárias dispensem a necessidade de entrega do resultado negativo do teste, a Yescom dará essa informação aos inscritos por e-mail.

O regulamento da 15ª Meia Maratona Internacional de São Paulo, prevista para 20 de fevereiro de 2022, deixa transparecer como serão os médios e grandes eventos de corrida de rua do fim deste ano e do começo do próximo na capital paulista. Quando da entrega de kit de participação, a Yescom, empresa organizadora, exigirá tanto comprovação de vacinação contra covid-19 — “ao menos da primeira dose” — quanto “resultado de exame PCR nasal com validade de 48 horas impresso ou digital com firma de biomédico responsável e timbre de laboratório, farmácia ou local credenciado”. Esse é o ponto que mais chama atenção.

Caso o inscrito não cumpra esse item do regulamento, ainda assim terá a chance de solicitar seu kit, mas não poderá participar da prova e arcará com os custos de envio.

A retirada de kit será feita de forma escalonada, por meio de um agendamento prévio do dia e do horário em que o atleta retirará seu kit, “o qual poderá ser definido por ordem alfabética ou por meio da escolha de uma das opções disponibilizadas no site oficial do evento”. Será obrigatório o uso de máscara durante todo o período de permanência no local da entrega de kit. E filas serão formadas com o distanciamento demarcado no piso.

Largada da Meia-2017 (Léo Shibuya/MBraga Comunicação)

Quanto à prova em si, não será exigido uso de máscara ao longo do percurso, mas sua utilização na “arena” será obrigatória. “As largadas poderão ser em ondas de até cem pessoas com intervalos de 1 a 2 minutos entre elas”, diz. Não é recomendado que acompanhantes estejam com os participantes. Tendas de assessorias esportivas não poderão ser montadas. Inicialmente, não será disponibilizado serviço de guarda-volumes.

Não se permitirá que os corredores “ponham as mãos nos coxos com gelo [onde ficam copos de água] e contaminem o local”. Para o atendimento ao corredor após a chegada, serão formadas filas com o distanciamento demarcado no piso. Não haverá ações promocionais na “arena”.

A Meia Maratona Internacional de São Paulo é um evento para até 5 mil atletas e envolve uma prova de 21,097 km e uma de cerca de 5 km, ambas com largada e com chegada na praça Charles Miller, diante do estádio do Pacaembu. As inscrições (clique aqui) custam a partir de R$ 95.

Deixe seu comentário


Enviando esse comentário estou ciente da política de privacidade deste site jornalístico.