São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Corrida de rua 24/03/2017

Oito em cada dez atletas trocariam camiseta por desconto; há barreira

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade
Corrida M5k de 2015 em São Paulo (McDonald's/Divulgação)

Corrida M5k de 2015 em São Paulo (McDonald’s/Divulgação)

A grande maioria dos leitores do Esportividade prefere um desconto a uma camiseta. Essa é a conclusão da pesquisa que o guia esportivo promoveu nesta semana sobre a importância dada às camisetas de corrida pelos atletas. Pode-se dizer que a maior parte deles, 80,4%, trocaria esse produto por uma inscrição mais barata. Participaram da enquete 276 pessoas, e somente 54 delas (19,6%) disseram dar mais atenção à presença da camiseta no kit do que ao desconto que a ausência dela proporciona.

A seguinte questão foi formulada pelo Esportividade: “Se você pudesse escolher entre um kit com camiseta e um sem ela, mas mais barato, o que você escolheria?”. Os 80,4% optaram por “kit sem camiseta (só número de peito, chip de cronometragem e medalha), mas mais barato”.

A reportagem do Esportividade pesquisou preços de camisetas de poliamida, as mais comuns em corridas atualmente, e os três fornecedores contatados pelo guia disseram que, se fosse para uma corrida de médio porte, cada uma custaria R$ 13 ou R$ 14.

Isso quer dizer que, para um evento assim com inscrições colocadas à venda por R$ 85, por exemplo, a camiseta representaria mais de 15% do valor de cada inscrição; para um idoso, que pagaria R$ 42,50, seria mais de 30%.

A pesquisa não descartou, porém, a possibilidade de os organizadores oferecerem aos atletas ambos os tipos de kit: com e sem camiseta. Em www.facebook.com/esportividade, leitores defenderam essa ideia. No Facebook, a grande maioria das pessoas também afirmou preferir o desconto.

Já os organizadores…

Maratona Pão de Açúcar em São Paulo (Fernanda Paradiso)

Maratona Pão de Açúcar em São Paulo de 2016, organizada pela CC&M (Fernanda Paradiso)

Com menos atletas usando camisetas do evento, os organizadores veem reduzidas as possibilidades de inserir marcas de patrocinadores. Luiz Leite, da tradicional CC&M, afirmou que, embora muitas pessoas pensem o contrário, o mercado está cada vez mais difícil para as empresas organizadoras.

“A conta de venda de inscrições faz tempo que não fecha para o organizador”, disse. “Os custos com a prefeitura e a Companhia de Engenharia de Tráfego estão cada vez mais altos e causam muito impactam no valor da organização, bem como número de pessoas (staffs) envolvidas e local de entrega de kits. Sem falar no custo do kit, que afeta diretamente o custo atleta.”

“Realmente a salvação são os patrocinadores, que sumiram. A maioria só quer permutar.” Ele questiona: “Apesar de ser um ótima opção a de não ter camiseta, onde o patrocinador aparecerá se temos de esconder os logotipos nos eventos em São Paulo por causa da lei Cidade Limpa?”.

Análise do Esportividade

O resultado da pesquisa deixou clara uma insatisfação dos atletas com as opções de kit oferecidas pelos organizadores. Estes precisam pensar em novas formas de agradar aos patrocinadores e fazê-los aparecer nos eventos. A fórmula “dê camiseta e está tudo resolvido” mostra-se desgastada, uma vez que, em geral, o que as pessoas mais querem é continuar a participar de corridas, mas pagando menos.

Confira o resultado da pesquisa:

resultado

Comentários


  • Alessandra disse:

    os organizadores não “podem” fazer um valor mais acessível inclusive por causa dos custos com a prefeitura. Então aparece um circuito gratuito e São Paulo quer ser a cidade mundial da corrida. O que precisa mudar?

  • Justino disse:

    O ideal seria colocar as duas opções em todas as corridas, assim teriam praticamente 100% de satisfação de todos os corredores.
    KITS com camisa e sem camisa.

  • Deixe seu comentário


    Enviando esse comentário estou ciente da política de privacidade deste SITE JORNALÍSTICO.