São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Corrida de rua 04/01/2021

Opinião: organização da São Silvestre vende prova de difícil realização em 11/7

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade

Túnel foi “catarse coletiva” na São Silvestre-2019 (Esportividade)

EXCLUSIVO (observação feita às 19h50 do dia 5 de janeiro de 2021): Rede Globo deixa de ser parceira comercial da Fundação Cásper Líbero na Corrida de São Silvestre.

A organização da Corrida Internacional de São Silvestre colocou à venda inscrições para a 96ª edição justamente no dia que seria o do evento se não houvesse a pandemia de covid-19, 31 de dezembro de 2020. A nova data, 11 de julho de 2021, porém, dificilmente será cumprida, e os organizadores sabem muito bem disso – no regulamento, por exemplo, resguardam-se juridicamente se surgir a (muito provável) necessidade de adiamento para 31 de dezembro de 2021.

A própria empresa organizadora, a Yescom, acabou de cancelar uma prova sua, a Corrida Mulher-Maravilha, que seria (para 10 mil atletas) em 30 de maio de 2021. É bastante improvável, portanto, que um evento com mais que o triplo disso (para 35 mil) possa ocorrer em 11 de julho, menos de um mês e meio depois.

“La Casa de Papel” na São Silvestre (Esportividade)

Na primeira quinzena de julho, se houver condições sanitárias, a prioridade será das escolas de samba, que não vão desfilar no Anhembi em fevereiro de 2021, e dos blocos carnavalescos, deixando a São Silvestre, da Fundação Cásper Líbero, em segundo plano.

Não se sabe nem se a maior parte da população brasileira estará vacinada contra a covid-19 até dezembro de 2021 – quanto mais até julho. Se houver um adiamento para 31/12, ainda assim nada garante que 35 mil pessoas poderão participar da prova de 15 km em São Paulo – e que elas poderão correr sem máscara, por exemplo.

Abrindo inscrições para uma corrida que tem poucas chances de ser realizada em 11 de julho, a organização da São Silvestre, mesmo deixando clara a possibilidade de adiamento, não tomou a decisão mais acertada. Desde o começo, poderia muito bem ter mantido a tradicional data, 31 de dezembro (de 2021), mesmo que essa manutenção significasse dois anos de intervalo entre a 95ª e a 96ª edições.

Leia também:
Inscrições para São Silvestre-2021 são abertas, mas pode ser em 11/7 ou 31/12

Comentários


  • RODOLFO MIZUKI disse:

    BOA TARDE TUDO BEM CONFORME REGULAMENTO ELES NAO VAO SE RESPONSABILIZAR PELO CANCELAMENTO DA CORRIDA DO DIA 11/07/2021 SE ELES TRANSFERIR PARA O DIA 31/12/2021 E A CORRIDA FOR CANCELADA POIS NO MOMENTO NÃO TEMOS NENHUMA GARANTIA QUE VAMOS SER VACINADOS ATE LA?

    • Esportividade disse:

      Olá, Rodolfo! Se até mesmo a corrida de 31/12/2021 for adiada, eles terão até o dia 30/06/2022 para realizar outra edição. Caso contrário, precisarão reembolsar quem solicitar reembolso. Boa tarde!

  • alexandre disse:

    O interessante é que não ha garantias de que a população estará vacinada até Julho de 2021 não podendo haver corrida, MAS poderá haver desfiles e blocos carnavalescos que atraem milhares de pessoas se houver “condições sanitárias”.

  • José Adriano disse:

    Eles colocam a venda, não estão obrigando ninguém a comprar .

  • Deixe seu comentário