São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Esporte 23/08/2021

Prefeitura de SP exigirá de organizadores de eventos participação só de vacinados

Por Esportividade

Inclusão a Toda Prova, corrida do Instituto Olga Kos (Esportividade)

Observação (feita às 19h de 28 de agosto de 2021): diz o decreto municipal número 60.488, de 27 de agosto de 2021: “Os estabelecimentos e serviços pertencentes ao setor de eventos, tais como shows, feiras, congressos e jogos, com público superior a 500 pessoas, deverão, a partir do dia 1º de setembro de 2021, solicitar ao público, para acesso ao local do evento, comprovante de vacinação do cidadão contra covid-19, que será autenticado pelo Passaporte da Vacina previsto no artigo 1º deste decreto”.

A Prefeitura de São Paulo anunciou nesta segunda-feira, dia 23 de agosto de 2021, que os participantes de eventos deverão estar vacinados contra a covid-19, cuja pandemia é enfrentada desde o mês de março de 2020. O governo municipal paulistano vai disponibilizar dados aos organizadores, por meio da plataforma e-SaúdeSP, a fim de que verifiquem o status da vacinação de cada pessoa.

O secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, afirmou que a confirmação da vacinação é necessária: “A gente deve definir os protocolos para participação em eventos, e um desses elementos importantes é a condição de a pessoa estar vacinada, e isso precisa ser confirmado”.

Segundo a prefeitura, o monitoramento deve funcionar assim: os munícipes podem baixar o aplicativo e-Saúde; lá será disponibilizado um QR code que passará por um leitor via totem, tablet e/ou computador nos eventos para garantir que apenas pessoas vacinadas entrem neles. Caso não tenha acesso à plataforma e-Saúde, a pessoa vai ter de apresentar o cartão de vacinação físico.

“Os protocolos ainda estão sendo definidos e devem conter as penalidades para os estabelecimentos que eventualmente deixarem transitar em seu interior pessoas que não estiverem vacinadas”, diz o governo municipal, que no começo da próxima semana pretende deixar “tudo pronto”.

A variante delta do novo coronavírus (Sars-Cov-2), em transmissão comunitária na capital paulista, é mais contagiosa que as outras e, segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças, agência do governo federal dos EUA, pode ser transmitida mesmo por pessoas com esquema vacinal completo. Já se sabe que a delta reduz a eficácia global das vacinas; é estudada a aplicação de terceira dose em São Paulo.

Leia também:
Incertezas sobre variantes e vacinas põem em risco volta de grandes corridas

Comentários


  • Paulo Junior disse:

    Não concordo com a prefeitura de restringir as pessoas que queiram participar do evento por não terem tomado a vacina,
    É querer cessar o direitos da sociedade, nao poder escolher o que é melhor para si, onde fica o direito do cidadão.

  • Luzia Maura Paduim Silva disse:

    Concordo plenamente passei quase 2 anos esperando essa vacina sem sair para correr agora que estou vacinada tenho o direito de concordar que só corre quem estiver vacinados é um direito isso porque ainda vacinada tomo todos os cuidados e muito medo por isso eu concordo que só corre quem estiver vacinado

  • Deixe seu comentário


    Enviando esse comentário estou ciente da política de privacidade deste site jornalístico.