São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Pode perguntar! 02/09/2014

São válidas as tentativas de melhorar a umidade do ar em locais esportivos

Por Aline Chrispan

386221053_7b6154c5f6_z

Pergunta de Beatriz Silva: “Gostaria de saber se, durante os períodos de tempo extremamente seco (como ocorre no Centro-Oeste do país), aqueles ventiladores que soltam água ajudam a melhorar a umidade nas quadras esportivas”.


Você tem dúvidas sobre exercícios físicos ou bem-estar? Você pode enviar suas perguntas para o e-mail [email protected]. As respostas são publicadas aqui na seção “Pode perguntar!” do Esportividade.


Olá, Beatriz. O ar inspirado (oxigênio) precisa ser umidificado em 90% dentro do corpo para o organismo conseguir fazer as trocas gasosas com eficiência. Baixa umidade resseca as vias aéreas e prejudica o processo de umidificação do oxigênio, uma das causas da sensação de dificuldade em fazer exercício em clima seco.

Qualquer tentativa de melhorar a umidade é válida; podem ser usados ventiladores com água, umidificadores e recipientes com água, por exemplo. Entretanto, para saber a efetividade de cada método, torna-se necessária a avaliação de um profissional em ergonomia ou segurança do trabalho, por exemplo. O tamanho do local e a disposição dos equipamentos podem influenciar o resultado do método empregado.

Valores para umidade relativa do ar:

• Recomendado: entre 70% e 40%
• Estado de atenção: entre 30% e 21% (é aconselhável evitar exercícios ao ar livre das 11h às 15h)
• Estado de alerta: entre 20% e 13% (é aconselhável evitar exercícios ao ar livre das 10h às 16h)
• Estado de emergência: abaixo de 12% (é aconselhável não praticar exercícios ao ar livre)

Sobre Aline Chrispan

É educadora física, especialista em fisiologia do exercício pela Unifesp e mestranda em ciências da saúde (Fundação Antônio Prudente). À frente da assessoria esportiva Oficina do Movimento, coordena projetos de qualidade de vida em empresas e condomínios. Nesta coluna, abordará temas que envolvam saúde e bem-estar, incentivando a adoção do movimento como forma de se viver bem. Acesse o site e saiba mais sobre a Oficina do Movimento: www.oficinadomovimento.com.br.

Deixe seu comentário


Enviando esse comentário estou ciente da política de privacidade deste SITE JORNALÍSTICO.