São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Automobilismo 16/07/2021

SP tenta recuperar com patrocinadores parte do investimento no GP de F-1

Por Esportividade

Grande de São Paulo de Fórmula 1 (Beto Issa/Divulgação)

Os governos municipal e estadual de São Paulo buscam captar patrocínios para ajudar a pagar as contas públicas da realização do Grande Prêmio de São Paulo de Fórmula 1, cuja primeira edição com essa denominação – era GP do Brasil até 2019 – está prevista para 7 de novembro de 2021.

Um novo contrato inicia-se em 2021, e a prefeitura é a responsável pelo pagamento da taxa (segundo o blog Olhar Olímpico, serão 25 milhões de dólares por ano) para a capital paulista sediar a corrida e pela contratação da Brasil Motorsport, uma exigência da gestão da F-1 (por 20 milhões de reais por ano).

“Os empresários se mostraram animados com a possibilidade de associar suas marcas a um evento de grande impacto e visibilidade, já com a população vacinada [contra a covid-19]”, disse o secretário estadual de Turismo e Viagens, Vinicius Lummertz.

Existem quatro cotas de patrocínio: ouro, de R$ 16 milhões, prata, R$ 8 milhões, e duas bronze, de R$ 4 milhões cada uma, isto é, espera-se uma arrecadação de R$ 32 milhões, cobrindo parte das despesas públicas com o evento.

O primeiro e limitado lote de ingressos foi esgotado; se houver condições sanitárias que permitam a ampliação do número de espectadores no autódromo de Interlagos, a organização reabrirá a venda de entradas.

Deixe seu comentário