São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Corrida de rua 19/12/2018

Subida da Brigadeiro não é, por si só, ‘bicho-papão’; dureza resulta de fatores

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade

Subida da avenida Brigadeiro Luís Antônio (Esportividade)

A subida da avenida Brigadeiro Luís Antônio é, sem dúvida, o trecho mais comentado da mais tradicional corrida de rua brasileira, a São Silvestre, que chega à 94ª edição em 31 de dezembro de 2018. Obviamente, não é fácil, mas, por si só, não é tão complicado quanto alguns dizem. O que o torna bem duro para muitos é uma soma de fatores.

Segundo o “Manual do atleta” preparado pela organização da 94ª São Silvestre, os corredores ganham 70 metros de altitude na Brigadeiro, na qual os participantes correm cerca de 2 km.

É uma subida considerável e não muito inclinada, mas não é algo fora da realidade para os corredores. No percurso mais longo do Jardim Botânico, aquele da trilha que chega à altura da avenida do Cursino, os atletas têm quase o mesmo ganho de altitude, mas em menos de 1,5 km.

As próprias características da São Silvestre distinguem a subida da Brigadeiro das demais. O primeiro fator é o momento de chegada dela: um pouco antes da placa “13 km”, isto é, no fim da prova; o segundo tem a ver com o horário de largada, 9h, a estação do ano, verão, e o calor; e o terceiro diz respeito à preparação dos atletas, vários dos quais estão acostumados a provas de, no máximo, 10 km.

Esses três fatores fazem a subida da Brigadeiro ser considerada “temida”, mas, sabendo deles e se preparando para eles, a missão de encará-la na manhã de 31 de dezembro fica um pouco menos dura. As inscrições já estão esgotadas.

Saiba onde e como retirar seu kit:
São Silvestre muda entrega de kits para o Anhembi em 2018

Comentários


  • Ruy Leite da Silva disse:

    Já corri várias SS ( AS MELHORES FORAM AS NOTURNAS, que, por motivos vários, acabaram); passaram a ser vespertinas e, finalmente, matutinas. Agora, mais uma vez, pergunto: QUAL O MOTIVO DE A LARGADA SER ÀS 9:00h? Creio haver, na organização, médicos, fisiologistas etc, etc, que, com certeza, não devem concordar com este horário. Creio que uma grande quantidade de corredores terminam a prova com TEMPO LÍQUIDO ACIMA DE 01:45h; bruto em cerca de 2:00h, ou seja, estarão terminando a prova em torno das 11h. Isso seria “legal”? Agradeço muito que me deem uma resposta……….Att, Ruy Leite da Silva.

    • Esportividade disse:

      Olá, Ruy! Acreditamos que seja por causa da televisão. Se a corrida começasse às 7h e acabasse às 7h45 (elite), menos pessoas a veriam pela TV. Quanto maior a audiência, maior o valor das cotas de patrocínio. Boa tarde!

  • Deixe seu comentário


    Enviando esse comentário estou ciente da política de privacidade deste SITE JORNALÍSTICO.