São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS

Torcida vê Arthur, Diego e novas ginastas do Brasil a partir de sexta (1º)

Por Esportividade
Arthur Zanetti (Ricardo Bufolin/CBG)

Arthur Zanetti (Ricardo Bufolin/CBG)

A etapa brasileira da Copa do Mundo de ginástica artística oferecerá ao público de sexta-feira a domingo, de 1º a 3 de maio, duas oportunidades bastante distintas. Os espectadores poderão ver em ação no ginásio do Ibirapuera, na zona sul de São Paulo, os ginastas brasileiros de maior renome internacional, Arthur Zanetti, campeão olímpico nas argolas em Londres-2012 e mundial em 2013, na Bélgica, e Diego Hypolito, bicampeão mundial no solo (2005 e 2007), e conhecer as novas ginastas do país, já que a delegação feminina não conta com Daniele Hypolito e Jade Barbosa.

Rebeca Andrade (Ricardo Bufolin/CBG)

Rebeca Andrade (Ricardo Bufolin/CBG)

As atenções naturalmente estarão mais voltadas para os homens, mas será muito válido ficar de olho no quarteto “titular” Flávia Saraiva (nascida em 1999), Letícia Costa (em 1995), Lorrane Oliveira (em 1998) e Rebeca Andrade (em 1999).

Mesmo para a mais experiente do grupo, Letícia Costa, será a primeira etapa de Copa do Mundo de que participará – apesar de já ter representado o Brasil no Mundial da Bélgica, em 2013: “Será minha primeira Copa do Mundo. Sinto-me privilegiada por poder estrear nesse ranking dentro do meu país. Não tenho dúvidas de que os brasileiros irão nos apoiar com vontade. Estou ansiosa por estar lá dentro competindo e sentindo a vibração da torcida brasileira”, disse.

A etapa paulistana da Copa do Mundo contará com participação também de atletas de Alemanha, Argentina, Chile, China, Croácia, Estados Unidos, Finlândia, Hong Kong, Letônia, México, Peru, Portugal e República Dominicana.

Os ingressos continuam à venda (clique aqui). Os inteiros mais baratos de cada dia custam R$ 20 (sexta-feira), R$ 40 (sábado) e R$ 40 (domingo).

Delegação brasileira

Ginástica artística masculina

Ginastas: Ângelo Assumpção, Arthur Zanetti, Diego Hypolito, Francisco Barretto Júnior, Henrique Flores e Petrix Barbosa
Ginastas hors-concours: Caio Souza e Lucas Bitencourt
Técnicos: Cristiano Albino, Fernando Lopes, Marcos Goto e Renato Araújo
Médica: Ana Carolina Corte
Fisioterapeutas: Maria Eugênia Ortiz e Raphael Velozo da Silva
Árbitros: Hilton Dichelli Júnior e Luís Mitio Okuda
Chefe de delegação: Leonardo Finco

Ginástica artística feminina

Ginastas: Flávia Saraiva, Letícia Costa, Lorrane Oliveira e Rebeca Andrade
Ginastas hors-concours: Julie Kim Sinmon
Técnicos: Alexander Alexandrov, Alexandre Carvalho, Keli Kitaura e Oleg Ostapenko
Árbitras: Adriana Alves e Denise Lima
Chefe de delegação: Georgette Vidor

A competição

Os homens competirão nas provas de solo, cavalo com alças, argolas, salto, barras paralelas e barra fixa; as mulheres, nas de salto, barras paralelas assimétricas, trave e solo.

Na sexta-feira, 1º de maio (feriado), das 9h às 18h30, serão realizadas as qualificatórias masculinas e femininas. Para o sábado (dia 2), das 14h às 17h, estão marcadas as finais masculinas de salto, paralelas e barra fixa e as femininas de salto e barras assimétricas.

No domingo (3), das 10h10 às 13h25, haverá as decisões masculinas de solo, argolas e cavalo com alças e as femininas de solo e trave.

Antes de chegar a São Paulo, a Copa do Mundo de ginástica artística passou por Cottbus, na Alemanha, por Doha, no Qatar, e por Liubliana, na Eslovênia, em 2015. O que vale para, ao fim da temporada, ser declarado o campeão de cada aparelho são os quatro melhores resultados de cada ginasta.

Deixe seu comentário


Enviando esse comentário estou ciente da política de privacidade deste SITE JORNALÍSTICO.