São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Corrida de rua 15/10/2021

Último bimestre de 2021 de corridas em São Paulo tem cara de ‘velho normal’

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade

Foto antes de Inclusão a Toda Prova, corrida do Instituto Olga Kos (Esportividade)

A expressão “novo normal” ficou popular em diversas partes do mundo, inclusive no Brasil, em 2020, ano de deflagração da pandemia de covid-19. Observando o calendário de corridas de rua do último bimestre de 2021 na cidade de São Paulo, no entanto, fica-se com a impressão do “velho normal”. Se medidas mais restritivas não forem reintroduzidas pelo poder público, os meses de novembro e dezembro serão até que convencionais para os corredores amadores paulistanos.

Eventos tradicionais, como Corrida Internacional de São Silvestre e Corrida Sargento Gonzaguinha, e grandes sucessos de público, como Inclusão a Toda Prova, do Instituto Olga Kos, estão, por ora, confirmados. Aqueles com show pós-provas também estão na agenda: a Rolling Stone Music & Run, do Grupo Perfil, com Titãs, e a Corrida da Esperança, do governo estadual, com Daniela Mercury e Carlinhos Brown.

Duas “anormalidades” serão ainda vistas: o fato de o Circuito das Estações, com duas etapas previstas para 2021 ainda, ter tido sua temporada bagunçada e, por isso, novembro ser o mês da etapa Inverno; e a obrigatoriedade de apresentação de comprovante de vacinação contra a covid-19, o que é exigido pela prefeitura para eventos com mais de 500 pessoas. A Meia Maratona Internacional da Cidade de São Paulo sendo realizada em 5 de dezembro também é algo estranho.

Embora haja a impressão de “velho normal”, os organizadores dizem que se empenharão em evitar aglomerações, o que, na prática, às vezes não conseguem. Afirmam também que adotarão outras medidas, como disponibilização de álcool em gel.

Caso não haja reintrodução de restrições, o ano de 2022 também será “normal” – bem entre aspas mesmo. Boa parte dos eventos já anunciados é oriunda de 2020, isto é, trata-se de corridas adiadas em decorrência da pandemia (que ainda não acabou).

Existe a possibilidade de, já nas próximas semanas, o governo estadual anunciar o uso facultativo de máscara ao ar livre, o que acabaria com as dúvidas de organizadores e corredores sobre a obrigação do uso do equipamento de proteção individual.

Deixe seu comentário


Enviando esse comentário estou ciente da política de privacidade deste site jornalístico.