São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS

Em 2013 Virada Esportiva está mais participativa e barata, diz prefeitura

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade
Tirolesa no vale do Anhangabaú em 2012

Tirolesa no vale do Anhangabaú em 2012

A Virada Esportiva deste ano, marcada para os dias 21 e 22 de setembro, será mais participativa e custará menos aos cofres públicos. Resumidamente, esse foi o discurso de Celso Jatene, secretário de Esportes, Lazer e Recreação da capital paulista, durante a apresentação da sétima edição do evento, que também contou com a presença do prefeito Fernando Haddad, cuja equipe herdou o projeto da gestão de Gilberto Kassab e optou pela continuidade.

Jatene disse que, justamente pelo foco maior na participação popular direta, os custos serão reduzidos: em 2012, R$ 7,3 milhões foram gastos pela prefeitura; em 2013, os gastos não deverão chegar a R$ 5,5 milhões. “O tom que demos à Virada neste ano é o da participação. Haverá 95% de atividades participativas e apenas 5% de contemplativas”, afirmou o secretário.

“Nossa ideia é colocar na cabeça do morador da cidade de São Paulo que a Virada Esportiva é feita para que ele participe dela, não para que ele assista aos eventos. É muito importante que, a partir do dia da Virada, as pessoas passem a ter em suas mentes que é possível se movimentar de alguma forma, nem que seja para dar uma ou duas voltas pelo quarteirão de forma habitual.”

O secretário adjunto Luiz Sales completou: “Nosso objetivo é oferecer esporte em toda a cidade de uma maneira que a pessoa não precise se deslocar muito de onde ela reside para aproveitar toda essa oferta”.

Das 8h de 21 de setembro até as 18h de 22 se setembro, diversos pontos da cidade terão programação esportiva. Haverá atividades em dez lugares chamados de “arenas”, nos 45 centros esportivos municipais, nos 45 Centros Educacionais Unificados (CEUs), em 12 unidades do Sesc e em locais que terão ações definidas com as subprefeituras. No total, de acordo com a secretaria, haverá mais de duas mil atividades nessas 34 horas.

De acordo com o prefeito Haddad, a Virada Esportiva será uma boa forma de se introduzir à população o uso de espaços públicos (11, inicialmente) para fins esportivos também durante a madrugada de sábado para domingo – projeto denominado Revirando a Virada. “São Paulo está se habituando a esses eventos 24 horas, acompanhando o ritmo da própria cidade – na cultura, no esporte e agora no transporte.”, disse. “Faremos um investimento para que a cidade tenha serviços oferecidos 24 horas. Damos sequência a um trabalho na Virada Esportiva, mas vamos usá-la para estimular a utilização de equipamentos públicos 24 horas, como será o caso do parque do Ibirapuera”.

Haddad ainda declarou que a SPTrans faz estudos sobre as linhas que funcionarão dia e noite, “porque também é preciso dar suporte de transporte público para quem quiser participar dessas atividades”.

Leia também:
Ibirapuera é um dos 11 locais que não fecham de sábado para domingo
Virada Esportiva: parque do Carmo sedia atrações radicais do “Air Show”
Virada Esportiva de 2013 busca voluntários; saiba como se inscrever
Prefeitura confirma Virada Esportiva para 21 e 22 de setembro de 2013
Virada Esportiva paulistana acontece em 21 e 22 de setembro, diz Jatene

Deixe seu comentário


Enviando esse comentário estou ciente da política de privacidade deste SITE JORNALÍSTICO.