São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Esporte 22/12/2015

5 eventos esportivos internacionais agitam SP no 1º semestre de 2016

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade

Dois mil e dezesseis é um ano olímpico, e certamente os Jogos Olímpicos nunca foram tão esperados pelos brasileiros, já que vão acontecer no Rio de Janeiro. O paulista fã de esporte também pode ficar ansioso por 2016, pois no primeiro semestre vai ter a oportunidade de assistir a cinco eventos esportivos internacionais na região metropolitana de São Paulo. E mais alguns deles poderão ser confirmados nas próximas semanas.

Sete sessões de futebol da Olimpíada serão realizadas na Arena Corinthians, em Itaquera, na zona leste de São Paulo, de 3 a 19 de agosto. Algumas delas serão rodadas duplas.

Americas Rugby Championship

Arena Barueri recebeu Brasil x Portugal em 2013 (Luiz Pires/FOTOJUMP)

Arena Barueri recebeu Brasil x Portugal em 2013 (Luiz Pires/FOTOJUMP)

Não vai ser nos próximos meses a tentativa de repetição do bom público que o rugby levou ao estádio do Pacaembu. Inicialmente, estavam agendadas lá três partidas da modalidade: Brasil x Alemanha – a qual levou mais de 10 mil pessoas ao local em dezembro de 2015 –, Brasil x Estados Unidos e Brasil x Argentina. A Confederação Brasileira de Rugby anunciou, porém, novos estádios para os dois últimos duelos.

Por causa da reforma do gramado do Morumbi, o Pacaembu fica no aguardo do São Paulo, que, se as obras não forem concluídas a tempo, vai mandar no Paulo Machado de Carvalho jogos no início desta temporada, inclusive em 10 de fevereiro contra o César Vallejo, confronto de volta da fase preliminar da Libertadores-2016.

Brasil x Estados Unidos vai ser disputado no dia 27 de fevereiro, sábado, na Arena Barueri; o clássico Brasil x Argentina será no Martins Pereira, em São José dos Campos, em 5 de março.

O primeiro jogo caseiro do Brasil pelo recém-lançado Americas Rugby Championship será na Arena Barueri – contra o Uruguai – em 12 de fevereiro, oito dias antes de o estádio ser sede novamente de etapa do Circuito Mundial feminino de sevens.

O público doa 1 kg de alimento não perecível para ver os jogos de perto.

Brasil Open de tênis

Quadras de tênis do Pinheiros (Marcello Zambrana)

Quadras de tênis do Pinheiros (Marcello Zambrana)

O Brasil Open de tênis, um torneio ATP 250, acontece pela primeira vez no Esporte Clube Pinheiros, na zona oeste de São Paulo. O qualifying, que o público vê gratuitamente, é disputado nos dias 20 e 21 de fevereiro; a chave principal, de 22 a 28 de fevereiro. Para receber o Brasil Open-2016, vai ser montada uma estrutura, especialmente desenvolvida para oferecer o mínimo de transtorno ao dia a dia dos associados, composta por uma quadra central, duas quadras secundárias e outras duas que serão usadas para treinos.

Em 2015, o Brasil Open foi disputado como “preliminar” do Rio Open, um torneio ATP 500, mas isso não ocorre em 2016, porque a chave principal do evento paulistano terá início logo após decisão carioca, marcada para 21 de fevereiro, domingo. Representa, dessa forma, uma última chance para os tenistas obterem bons pontos em solo (de saibro) sul-americano. E nessa mesma semana estarão em andamento torneios ATP 500 em Acapulco e Dubai, mas em quadras duras.

Desde que chegou a São Paulo vindo da Costa do Sauípe, o torneio “fala espanhol”: teve como campeões os espanhóis Nicolás Almagro e Rafael Nadal, o argentino Federico Delbonis e o uruguaio Pablo Cuevas.

Serão distribuídos US$ 436.220 em prêmios no Brasil Open-2016. Existe também a chave de duplas, e Marcelo Melo e Bruno Soares (com parceiros distintos) normalmente são esperança de vitória brasileira. Thomaz Bellucci, João Souza (Feijão) e Rogério Dutra Silva são os principais tenistas brasileiros de simples.

Etapa brasileira do Circuito Mundial feminino de rugby sevens

Brasil x Fiji na Arena Barueri (João Pires/Fotojump)

Brasil x Fiji na Arena Barueri (João Pires/Fotojump)

Pelo terceiro ano consecutivo o Brasil recebe uma etapa do Circuito Mundial feminino de rugby sevens, e novamente ela acontece na Arena Barueri. Em 20 e 21 de fevereiro de 2016 muitas das jogadoras que disputarão os Jogos Olímpicos em agosto, no Rio de Janeiro, atuam no estádio barueriense.

Os grupos já estão definidos: Austrália, Canadá, Fiji e Irlanda formam o A; Rússia, Nova Zelândia, Espanha e Estados Unidos, o B; Inglaterra, França, Japão e Brasil, o C.

Os dois times mais bem classificados de cada grupo e os dois melhores terceiros colocados passam para as quartas de final, que são jogadas no segundo dia de competição. Mas mesmo quem não avançou à fase seguinte continua a jogar para que sejam definidas as demais posições.

Na primeira etapa da temporada 2015/2016, em Dubai, em dezembro, Austrália e Rússia foram as finalistas, e as australianas foram as vitoriosas por 31 a 12. A seleção neozelandesa, que é sempre favorita, foi apenas a quinta colocada nos Emirados Árabes Unidos. A equipe brasileira fez bonito contra a Irlanda (29 a 7), mas não pontuou contra o Japão na disputa do nono lugar (13 a 0).

O público entra na Arena Barueri ao doar 1 kg de alimento não perecível.

Brasil Champions de golfe

O campeão Jon Curran (Zeca Resendes/CBG)

O campeão de 2014 Jon Curran (Zeca Resendes/CBG)

O Brasil Champions de golfe será disputado de 31 de março a 3 de abril no belo São Paulo Golf Club, zona sul da capital paulista. O evento, segundo o calendário 2016 do Web.com Tour, ao qual ele pertence, distribuirá US$ 700 mil em prêmios.

Trata-se da quarta etapa da temporada do circuito de acesso ao badalado PGA Tour norte-americano. Os 25 golfistas que mais lucram em um ano do Web.com Tour podem participar do PGA Tour no ano seguinte.

O Brasil Champions vai ter um significado diferente em 2016: será realizado quatro meses antes dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, e justamente na capital fluminense a modalidade voltará a ser olímpica.

O ranking mundial que vai valer para a definição dos golfistas olímpicos será o do dia 11 de julho de 2016, ou seja, vagas ainda estarão em disputa durante o Brasil Champions de 2016.

Etapa brasileira da Copa do Mundo de ginástica artística

Flávia Saraiva na trave (Ricardo Bufolin/CBG)

Flávia Saraiva na trave (Ricardo Bufolin/CBG)

O ginásio do Ibirapuera pelo segundo ano seguido recebe a etapa brasileira da Copa do Mundo de ginástica artística. De 20 a 22 de maio de 2016, alguns dos melhores ginastas do planeta competem em São Paulo (SP). Em 2016 o evento é mais importante que era em 2015, pois agora a Olimpíada está mais próxima: os Jogos Olímpicos serão disputados no Rio de Janeiro em agosto.

Em 2015, o Brasil fechou a etapa caseira da Copa do Mundo de ginástica artística com nove medalhas conquistadas: três de ouro, quatro de prata e duas de bronze. As jovens Flávia Saraiva e Rebeca Andrade encantaram o público. Arthur Zanetti e Diego Hypolito eram os ginastas brasileiros mais conhecidos.

Comentários


  • Olá bom diaaa gostaria de saber onde é a partir de quando poderei comprar os ingressos para prestigiar a ginástica artística aqui no ginásio do ibirapuera,em março deste ano .
    Desde já o meu muito obrigada

  • Deixe seu comentário