São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Corrida de rua 02/09/2019

Circuito Transformar vira ‘labirinto’ no Villa-Lobos; água demora a ser entregue

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade

Circuito Transformar no parque Villa-Lobos (Esportividade)

A etapa do parque Villa-Lobos do Circuito Transformar foi uma das corridas mais confusas já realizadas na cidade de São Paulo. Houve problemas com hidratação e percurso, e a somatória dos dois gerou situações inesperadas pelos corredores.

camVocê em ação na corrida: encontre e baixe sua foto
Clique aqui para ver suas fotos como participante da etapa São Paulo do Circuito Transformar; ache as dos amigos também!

Os sinais de que havia alguma coisa estranha começaram a ser dados quando a distribuição de água não foi liberada no único posto do meio da prova. Os colaboradores diziam que só a liberariam na segunda passagem por lá. Por si só, essa medida já significaria que os participantes se hidratariam somente após mais de 4,5 km percorridos – normalmente, há um posto a cada 2,5 km.

Falhas de orientação agravaram a situação. Com cerca de 4,2 km de prova, deveriam já se dirigir para a parte final, mas vários atletas, especialmente os dos pelotões dianteiro e intermediário, acabaram indo para a direita e iniciando outra “minivolta”, o que resultou em acréscimo de cerca de 1,35 km. Houve pessoas que acabaram completando outras “minivoltas” – e só se deram conta disso quando era tarde demais.

Água finalmente foi distribuída (Esportividade)

Quem deu uma “minivolta” a mais só conseguiu pegar água pela primeira vez após mais de 5,9 km corridos, faltando cerca de 600 metros para que se concluísse a corrida.

Ao fim da prova, a “arena” não demorou a se esvaziar: às 8h15, 1h15 após a largada, a maioria dos participantes já havia ido embora.

“Estamos cientes dos erros de comunicação da nossa equipe nesta manhã e estamos tomando as providências para que nada se repita”, disseram os organizadores em respostas dadas a corredores no Facebook.

Foto antes da largada Circuito Transformar (Esportividade)

O Instituto Movimento ao Esporte, Lazer e Cultura, entidade proponente do Circuito Paulista de Corrida de Rua, captou para esta temporada R$ 1.728.709,23, quantia que deixará de ser paga como Imposto de Renda pelos patrocinadores.

Por causa da Lei de Incentivo ao Esporte, as inscrições custavam R$ 20; os atletas pagavam ainda R$ 7,50 de taxa de serviço do site Minhas Inscrições.

Resultados

Clique aqui e confira o seu.

Comentários


  • Decésaris disse:

    Bom dia, galera do Esportividade e bom dia, leitores!
    Vendo a confusão que foi essa corrida, notamos que os resultados estão altamente confusos, pois o primeiro colocado de fato, está na 4ª posição, os tempos estão totalmente fora de ordem de acordo com a colocação. Sei que fizeram isso pra tentar ajustar as posições dos supostos vencedores. O terceiro colocado (que subiu no pódio) fez o mesmo percurso errado que eu, mas eu cheguei primeiro, mas ele subiu no pódio. Eita bagunça.
    Marcaram que eu fiz 5k, mas como eu disse para eles mesmos da organização, eu fiz quase 7k, então o pace que eles marcaram no meu certificado, está muito errado. Marcaram que meu pace foi de 05:22, sendo que meu pace foi de 4:02 nos 7k, e nos 5k de fato, foi abaixo dos 4. Enfim! Só queria registrar para os leitores mesmo.
    Quero parabenizar à todos que participaram da corrida, pois foram com garra, mesmo sem água, mesmo percorrendo mais que o previsto. Os que subiram no pódio, mereceram tanto quanto qualquer um atleta presente na corrida. Eles não tem culpa alguma da corrida ter sido a maior bagunça. Lamente até algumas vaias que ouvi quando eles subiram no pódio.
    Bom.. estão exatamente todos os atletas de parabéns!

  • Gustavo Lopes de Lima Lavagnoli disse:

    Se Não bastasse isso, quando chegamos para reclamar o ocorrido, disseram que o erro era nosso, que não nos atentamos às orientações da organização e que não poderiam fazer nada para solucionar esse problema.
    Sendo que, a cada Km, havia uma pessoa da federação Paulista de atletismo anotando os números dos primeiros colocados.
    Assim como eu, vários outros atletas foram prejudicados. O que se pode fazer a esse respeito, alguém sabe me dizer?

  • Valter disse:

    Bom dia! Estão de parabéns pelos comentários acima. Concordo com quase todos eles, menos os dos “organizadores”. Fiz minivolta, por orientação do staf e meu app registrou 5,89km. No geral foi ótimo, não guardo rancores. Pelo menos não choveu durante a prova.

  • Thiago de Magalhães disse:

    Dessa vez a organização deixou a desejar , dá uma olhada nos campeões da prova , o tempo do 4/5/6 são inferiores aos dos três primeiros colocados .

  • Olá, queridos do Esportividade e galera da CORRIDA! Fecho com o Valter: foi bom porque não choveu!! Valeu mesmo.. Mancada da água ,nada! Passei ali e peguei meu copo e saí correndo!! Mas acho que deu mais de 5km sim!! Cheguei bem cansada e quase esqui as coisas no guarda volume! kakakka

  • Ricardo disse:

    Muitos erros, muita sacanagem. Mas já que erraram o percurso para os primeiros, porque tentar consertar. Era melhor manter o erro, pois todos fariam a mesma distância, apesar do pace ficar errado e super alto, pelo menos teríamos a classificação correta e não esse erro absurdo nos tempos.

  • Fabiano Leite disse:

    Mesmo com erros grotescos de indicação dos sinalizadores (pessoas da organização), tiveram a coragem de oficializar um pódio em que a corrida foi irregular, já que a grande maioria não fez o mesmo percurso. Eu estava no pelotão dianteiro e acabei dando quase 4 voltas totalizando exatos 8 km. Mesmo “discutindo” com esses sinalizadores da organização eles insistiam em me direcionar para o caminho errado. Lamentável.

  • Deixe seu comentário