São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Vôlei 08/02/2015

Molico/Osasco x Rexona-Ades (final do Sul-Americano feminino)

Centraç Thaisa faz largadinha (João Pires/Fotojump)

Central Thaisa, do Molico/Osasco, faz largadinha (João Pires/Fotojump)

A final do Sul-Americano feminino é o maior clássico do vôlei brasileiro: Molico/Osasco x Rexona-Ades (Rio). As equipes não tiveram dificuldades para chegar à decisão. Nas semifinais derrotaram, respectivamente, Villa Dora, da Argentina, e San Martín de Porres, do Peru, por 3 sets a 0. A final começará às 13h30 de domingo, dia 8. É aconselhável chegar ao José Liberatti antes do meio-dia. O público verá o clássico decisivo gratuitamente.

O Campeonato Sul-Americano feminino de clubes de vôlei novamente acontece no ginásio José Liberatti, em Osasco, onde, em 2014, a equipe da casa, o Molico, foi derrotada na final pelo Sesi-SP. A edição de 2015 ocorre de 4 a 8 de fevereiro, e o público assiste gratuitamente aos jogos.

Os oito times que disputam o Sul-Americano foram divididos em dois grupos. No Grupo A estão Molico/Osasco, San Martín de Porres, Club Boston College e Club Atlético Bohemios; e, no Grupo B, estão Rexona-Ades, Villa Dora, San Francisco Xavier e Aragua Voleibol Club. As equipes jogarão entre si dentro do grupo, e os dois primeiros avançam para as semifinais.

 

O Molico/Osasco estreia no dia 4, às 19h30, contra o Club Atlético Bohemios (URU). O jogo de abertura do Sul-Americano de 2015 envolve San Martín de Porres (PER) e Club Boston College (CHL) no dia 4, quarta-feira, às 13h. Em seguida jogam Villa Dora (ARG) e San Francisco Xavier (BOL). Rexona-Ades e Aragua Voleibol Club (VEN) fecham a primeira rodada às 21h30.

Na segunda rodada, na quinta-feira, às 13h30, jogam os times de Argentina, Villa Dora, e Venezuela, Aragua Voleibol Club; em seguida, os de Peru, San Martín de Porres, e Uruguai, Club Atlético Bohemios. Às 19h30 é a vez do Molico/Osasco, que enfrenta o Club Boston College. Fechando a segunda rodada entram em quadra Rexona-Ades e San Francisco Xavier.

Na terceira e última rodada da primeira fase, na sexta-feira, chilenas e uruguaias abrem a tarde às 13h30. Bolivianas e venezuelanas se enfrentam no segundo jogo. O Molico/Osasco pega o San Martín de Porres; o Rexona-Ades, o Villa Dora.

No sábado, dia 7, acontecem as semifinais a partir das 14h; a final será realizada no domingo, 8, às 13h30. Clique aqui e veja a programação completa do Sul-Americano, cujo campeão se classificará ao Mundial.

Em busca do quinto título

Ginásio José Liberatti, em Osasco (João Pires/Fotojump)

Ginásio José Liberatti, em Osasco (João Pires/Fotojump)

A equipe osasquense foi campeã sul-americana em 2009, 2010, 2011 e 2012 (nos dois últimos anos em casa). Em 2013, o Rexona/Ades ficou com o título em Lima, no Peru.

O torneio será o primeiro que os times brasileiros disputarão com as novas regras implantadas pela FIVB para as temporadas de 2015 e 2016. Os times podem relacionar 14 atletas, sendo elas obrigatoriamente duas líberos, e não será mais permitido encostar em nenhuma parte da rede que esteja entre as antenas. Novidade esta que representa um desafio.

“É complicado nos adaptarmos a essa mudança de regra, porque na Superliga ainda jogamos podendo encostar na parte inferior da rede. Diana e eu já treinamos desde antes do jogo contra São Bernardo para não tocar na rede nos levantamentos. Agora temos de ter muito mais cuidado e nos treinamentos já ajustamos isso”, disse Dani Lins, do Molico.

Detalhes do evento

Evento: Molico/Osasco x Rexona-Ades (final do Sul-Americano feminino)

Modalidade: vôlei

Data: 08/02/2015 às 13h30 (domingo)

Local: Ginásio José Liberatti

Endereço: Praça Lucas Pavão, s/n; Bonfim

Localidade: Osasco-SP

CEP: 06216-122

Evento para: assistir no local

Valor(es): gratuito

Mais informações: http://www.voleysur.org/v1/index.asp?date=07/02/2015

Mapa/Como chegar ao local

Deixe seu comentário