São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Corrida de rua 15/09/2020

Próprio organizador de corrida incorre em descumprimento de protocolo

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade

Corredor treina no parque da Aclimação (Esportividade)

Se quiserem cumprir protocolos sanitários com o objetivo de evitar a proliferação da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, os organizadores de corridas terão de ficar atentos a toda e qualquer atitude tomada ao longo do evento – tanto as suas próprias como as dos atletas. Essa foi a lição deixada por uma corrida de trilha realizada em Manaus, no Amazonas, no domingo passado, 13 de setembro de 2020.

O próprio organizador do Desafio Espírito do Guerreiro da Selva, James Júnior, que dirige a To Goal Sports, sentiu dificuldade de usar máscara a todo momento. “Nas fotos, ora vou aparecer com ela, ora sem. Até porque eu falava ao microfone, e a lembrança de colocá-la de volta realmente [faltou]; eu mesmo acabei vacilando nisso”, disse.

Não foi obrigatória a utilização de máscara ao longo das provas, que foram diversas, de corrida de obstáculos com direito a rastejo sob arame farpado a ultramaratona de 56 km, e disputadas sob forte calor – uma temperatura máxima de 34ºC estava prevista para esse dia em Manaus.

As fotos da chegada mostram diversos participantes sem máscara após a linha final, um momento em que, teoricamente, todos deveriam usá-la. James reconhece que a organização não foi bem-sucedida quanto ao cumprimento disso.

“Não conseguíamos efetivar esse controle. Você dava a máscara para o atleta e ele a colocava para o lado. Não aguentava. A maioria chegava, buscava seu canto para respirar e pouco depois ia embora do evento”, afirmou James, segundo o qual, imediatamente após a conclusão de provas longas e bem duras, é “impossível” o uso da máscara.

Entretanto, mesmo em momentos de maior relaxamento dos corredores, nem todo mundo respeita as orientações. “Você avisa-os da máscara; um obedece, mas outro despista: coloca, mas você termina de falar e ele tira-a de novo. É o povo que é assim; é difícil você ter um controle”, declarou James.

A To Goal Sports é a empresa organizadora da terceira edição da Maratona de Manaus, que ainda está agendada para 22 de novembro de 2020.

Comentários


  • Paulo Cesar disse:

    Que título de matéria mais sensacionalista e exagerada.
    Nem sequer colocou alguma foto do evento que fez questão de relatar o erro. Que tal se tentar apoiar os eventos?.
    A falta de cuidado na edição ja se mostra na primeira frase, onde faltou um “de”.
    Não conhecia o site e não faço questão de voltar

    • Esportividade disse:

      Olá, Paulo! Somos um site jornalístico que dá seu apoio aos eventos esportivos há mais de sete anos. E corrigimos a falta do “de”. Boa tarde!

  • Deixe seu comentário