São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Tênis 19/02/2016

Torcedor do Brasil Open-16 será ressarcido em uma situação de chuva

Por Esportividade
Chuva em São Paulo (Michell Zappa)

Chuva em São Paulo (Michell Zappa)

Já foram estabelecidos pela organização do Brasil Open os procedimentos caso ocorram interrupções de jogos causadas pela chuva no Esporte Clube Pinheiros, na zona oeste de São Paulo. Se, por exemplo, chover após 59 minutos da 1ª partida do dia e não houver condições de retorno, o espectador ganhará ingresso para outro dia ou para dia similar do Brasil Open de 2017.

“Em caso de chuva os jogos não acontecerão e serão remarcados para outra data. São considerados válidos os ingressos depois de uma hora de partidas realizadas em qualquer uma das quadras do complexo, [1 hora] contada do início da primeira partida. Essa regra se aplica a desistência de atletas, em caso de chuva e acontecimentos de força maior”, diz texto disponível no site de venda de ingressos.

“Caso o primeiro jogo [não tenha completado uma hora], havendo interrupção por qualquer motivo e havendo disponibilidade, será fornecido um ingresso na mesma categoria para o dia seguinte. Não havendo essa disponibilidade, os ingressos serão válidos para a mesma rodada de jogos no Brasil Open-2017.”

O Brasil Open-2016 começa neste sábado, dia 20, com qualifying, fase que terminará no domingo, dia 21. Em ambos os dias os espectadores contarão com entrada gratuita.

A primeira grande baixa foi anunciada nesta sexta-feira, dia 19: o italiano Fabio Fognini, o 24º do ranking da ATP, desistiu do torneio por causa de rompimento abdominal esquerdo durante o Rio Open.

De 2012 a 2015 o Brasil Open foi jogado em quadras cobertas do complexo esportivo do Ibirapuera, mas, neste ano de 2016, o torneio se mudou para quadras de saibro descobertas pinheirenses.

Leia também:
Dupla brasileira olímpica se torna maior atração do Brasil Open-2016
Brasil Open-16 conta com tenistas fora do top 20, mas ‘habitués’ de SP

Deixe seu comentário