São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Esporte 29/12/2015

Por que vale muito a pena você pedir ‘uma vida mais esportiva’ para 2016

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade
Vai ser dada a largada para mais um ano (Disney/Divulgação)

Vai ser dada a largada para mais um ano (Disney/Divulgação)

Fim de ano geralmente é momento de reflexão. É a hora em que muitos pensam no que deu certo, no que deu errado e no que pode ser diferente após 31 de dezembro. Novas metas profissionais e afetivas são estabelecidas. Mas você já parou (ou correu) para pensar em seus objetivos esportivos para 2016? Não precisam ser grandiosos, mas têm de proporcionar a você saúde, bem-estar e novas experiências.

Segundo a pesquisa “DNA da Corrida Urbana”, da Iguana Sports, empresa paulistana organizadora de eventos, 93% das pessoas que responderam ao questionário já conheceram novos espaços da cidade por meio da corrida. E isto pode estar em suas “resoluções esportivas” para 2016: o conhecimento de lugares, que não necessariamente estão fora de seu município.

Conhecer mais a fundo a cidade não é mero detalhe, ainda mais em um ano eleitoral: além da sensação de “desbravamento”, dá ao cidadão melhor poder de avaliação para a escolha do próximo prefeito e dos vereadores.

Diante da pergunta “A corrida funciona para mim como válvula de escape contra o estresse do dia a dia?”, na mesma pesquisa da Iguana, 59% dos participantes optaram por “concordo totalmente”. Isso mostra uma ligação entre qualidade de trabalho e prática esportiva. Na verdade, para você atingir os objetivos profissionais estabelecidos para o ano de 2016, é muito provável que você tenha de fazer uso do esporte como um mecanismo desestressante. Não é difícil, então, alguém querer usar o esporte como base para alcançar os outros desejos para o próximo ano.

Quando foi feita a pergunta “A corrida tem o poder de mudar para melhor a sua vida”, 99% dos atletas amadores afirmaram que sim. Tem esse poder não só a corrida, mas o esporte como um todo. E está mais que provado que não ser sedentário é muito melhor que o sedentarismo, e engana-se quem pensa que ser magro basta: a falta de exercícios físicos, segundo uma pesquisa da Universidade de Cambridge, é duas vezes mais mortal que a obesidade. Uma caminhada diária de 20 minutos já faz toda a diferença para quem antes não se exercitava.

Colocar o esporte entre os “pedidos de Réveillon”, então, não é apenas uma “frescura”: é algo que afeta todo o resto da vida. Faz você ter mais disposição para passar tempo com a família, ganhar mais dinheiro, viajar mais… Se bem colocado no cotidiano, o esporte oferece a base para todo o resto funcionar. Não deixe de pedir “uma vida mais esportiva” para 2016, justamente o ano dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Leia também:
Longevidade: atraso e incerteza sobre inscrições deixam atletas indignados
Abertas inscrições para a corrida das princesas, Princess Magical Run-2016

Deixe seu comentário


Enviando esse comentário estou ciente da política de privacidade deste SITE JORNALÍSTICO.